Apesar de jogar fora de casa e de estar vindo de uma derrota por 2 a 1 no clássico para o Fluminense, onde teve atuação ruim, o Botafogo pode ser apontado como favorito no duelo desta quarta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Sport na Ilha do Retiro, em Recife, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque o adversário vive um momento complicado, ameaçado pela zona de rebaixamento.

Há cinco jogos sem ganhar no Brasileirão, jejum que aumenta se levar em consideração a eliminação para o Junior de Barranqüilla, da Colômbia, na Copa Sul-Americana, o Sport preocupa o Botafogo, que não se vê favorito e fala em concentração.

“O Sport é perigoso na Ilha do Retiro e por isso mesmo toda a concentração pode ser considerada pouca. O clássico contra o Fluminense já é página virada na nossa vida, até porque não adianta fazermos uma tempestade dentro do copo d´água. O foco neste momento é ganhar na Ilha do Retiro”, disse o volante João Paulo.

O lateral-direito Arnaldo concorda.

“O Sport tem jogadores experientes e a qualidade de seu elenco não condiz com a posição do time na tabela de classificação. Portanto, não vamos nos iludir com isso, pois quando o jogo deles encaixa é muito complicado. Temos que fazer uma grande partida e ganhar em Pernambuco. Temos condições para fazermos isso, mas sabendo que a tarefa não vai ser das mais tranquilas”, analisou o lateral.

O elenco voltou aos treinos nesta segunda-feira pela manhã, mas Jair Ventura ainda não defendeu a escalação para o choque em Pernambuco. João Paulo, por sinal, volta ao time após cumprir suspensão contra o Fluminense. Matheus Fernandes ou Marcos Vinícius será sacado para seu retorno. Quem participou normalmente das atividades foi o volante Aírton, que segue se recuperando de uma cirurgia na perna direita. O jogador, porém, ainda não tem previsão de retorno aos gramados. Nesta terça-feira pela manhã o plantel ainda trabalha no Rio e depois a delegação viaja para Recife.

Fonte: Terra