Falta apenas um jogo para o Botafogo encerrar a fase de grupos do Campeonato Carioca. Segundo colocado na Taça Guanabara com 33 pontos, o Alvinegro ainda pode ser campeão caso confirme a vitória quarta-feira, às 22h, diante do Macaé, e o Flamengo não vença o seu jogo. Mas as atenções alvinegras não estão voltadas para o rival, mas sim para o triunfo e a manutenção dos 100% de aproveitamento no Estádio Nilton Santos.

– Demos um grande passo e a equipe está bem focada no Carioca. A diretoria e a comissão técnica estão de parabéns. Não adianta nada pensar no Flamengo se não fizermos a nossa parte. Primeiro o nosso papel e depois vamos esperar o que pode acontecer lá – frisou Bill.

Com os pés no chão, Bill é o artilheiro do Botafogo no ano com sete gols, sendo cinco no Carioca e dois pela Copa do Brasil. Pendurado com dois cartões amarelos, o experiente atacante não se encomoda com a possibilidade de começar no banco diante do Macaé e citou o jogo do Alvinegro pela Copa do Brasil como exemplo.

– O René ainda não falou comigo se vou começar jogando, mas se acontecer de ficar no banco não tem problema . Na Copa do Brasil também comecei no banco, entrei no jogo e fiz dois gols. Estou com a cabeça centrada no Botafogo – disse.

Bill tem balançado a rede no Alvinegro, mas ainda assim está sendo cobrado. E se engana aquele que pensa que a pressão vem apenas das arquibancadas. Mahara, a esposa do atacante, cobra o atacante em casa para que ele alcance a meta estipulada de 30 gols no ano.

– Minha mulher já está cobrando demais em casa, dizendo que eu deveria ter feito mais gols. Mas estou trabalhando para issso e principalmente para o Botafogo subir para a primeira divisão.

Satisfeito com o começo de ano no Alvinegro, Bill vê o Botafogo como sua casa e projeta uma melhora da equipe na parte final da competição, principalmente nas atuações inconstantes nos primeiros 45 minutos dos jogos.

– Estou à vontade desde o primeiro dia, o grupo está unido e focado no trabalho. Me sinto em casa aqui desde o começo. A gente está trabalhando muito e os gols estão saindo por mérito nosso. Não importa se no primeiro ou no segundo tempo. Sabemos da pressão que é não apresentar um bom futebol no primeiro tempo, mas temos que ter tranquilidade agora e não errar mais. É entrar ligado do começo ao fim – comentou o atacante.

Sem escolher adversário na semifinal, Bill vê com bons olhos a vantagem de jogar por dois empates. O atacante também ressaltou que a campanha do Botafogo no Estadual fará o adversário respeitar ainda mais o time.

– Jogo é jogo e o que vier vai ser de bom tamanho. É mérito do Botafogo estar na semifinal e o time que nos enfrentar também vai ter aquela cautela. Não temos preferência por adversário. Jogar com a vantagem é muito bom. No Ceará eu joguei com a vantagem contra o Fortaleza, conseguimos os dois empates e fomos campeões – finalizou o camisa 9.

Botafogo e Macaé se enfretam na noite de quarta-feira, às 22h, no Estádio Nilton Santos. Com 100% de aproveitamento em casa, o Alvinegro pode ampliar a marca e conquistar a Taça Guanabara caso vença e o Flamengo não some três pontos diante do Nova Iguaçu.

Fonte: Site oficial do Botafogo