Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Na Ásia, Neilton relembra passagem pelo Botafogo: ‘Guardo no coração’

0 comentários

Compartilhe

Neilton em entrevista coletiva no Botafogo em 2016
Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Mesmo de longe, Neilton não esqueceu o Botafogo. O atacante, atualmente defendendo o Hatta Club, dos Emirados Árabes Unidos, afirmou que guarda as recordações do Glorioso, clube que atuou em 2015 e 2016, com alegria. Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o jogador de 26 anos relembrou a passagem pelo Glorioso.

– O Botafogo foi uma casa em que estive ao lado de profissionais competentes e fiz grandes amigos, pude sentir o carinho da torcida e o gosto de vestir a camisa de um grande do Rio de Janeiro. Tenho um respeito e um carinho muito grande pelo clube e seus torcedores, que sempre me apoiaram e estiveram ao meu lado. Vivi momentos muitos bons lá e guardo no coração todas as recordações – afirmou.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

No começo do mês, Neilton comentou em uma live que Jefferson e Flavio Tenius, treinador de goleiros do Botafogo, estavam fazendo no Instagram. De forma automática, torcedores pediram pela volta do atacante nos comentários. Ele agradeceu pelo contato com os botafoguenses.

– É muito gratificante ainda receber o carinho da torcida. Mesmo depois de algum tempo da minha passagem pelo clube, ainda ser lembrado com admiração pelos torcedores é algo realmente extraordinário. O carinho e respeito são recíprocos – ponderou.

Neilton focado no Hatta Club

Neilton vinha sendo titular do Hatta até a paralisação das competições no UAE por conta da pandemia do novo coronavírus. O atacante, que atuou por São Paulo, Vitória e Internacional após deixar o Botafogo, analisa a carreira como positiva até aqui.

– Acredito que consegui cumprir as metas que coloquei pra mim mesmo até aqui. Joguei em grandes clubes no Brasil e agora estou nos Emirados, que é um mercado muito interessante para jogadores jovens. No momento, estou com a cabeça completamente no Hatta Club, que me recebeu muito bem e de braços abertos. Estou focado em fazer um grande trabalho por aqui e retribuir o carinho e confiança que o clube e a torcida têm em mim – analisou.

Fonte: Terra

Comentários