Após período de empréstimo ao Lille (FRA), Fernando retornou ao Botafogo e logo assumiu a titularidade na lateral direita, no lugar de Marcinho. De acordo com o jogador, o período na França foi fundamental na sua evolução e o ajudou a se firmar no time do Eduardo Barroca.

– Foi uma experiência bastante positiva, nos aspectos profissional e pessoal. Uma experiência de vida e tanto. Consegui aprender bastante. Cresci, tive evolução, entendimento de jogo, evolução tática grande, experiência que contou bastante na carreira – afirmou Fernando ao canal Botafogo no Coração, no YouTube.

Com sonho de retornar ao continente no futuro, para atuar em um grande clube europeu, o lateral tem outros objetivos a curto prazo. Um deles é disputar os Jogos Olímpicos de 2020 pela Seleção Brasileira.

– Penso em Olimpíada sim, faço 21 anos no fim de 2019. Temos que acreditar que podemos. Estou trabalhando e correndo atrás para, quem sabe, ano que vem estar lá – declarou o lateral.

Fernando comentou também sobre a pressão da torcida e críticas em redes sociais. Ele diz lidar com naturalidade.

– Time grande tem que ter cobrança, é importante. A torcida vai cobrar, querer desempenho e resultados. O jogador tem que saber lidar com cobrança e ter cabeça para isso não afetar dentro de campo. Procuro não focar muito em redes sociais ou comentários. É normal, faz parte do futebol. Procuro fazer autoavaliação, o que posso melhorar e o que estou fazendo bem – explicou.

Confira a entrevista de Fernando ao canal Botafogo no Coração:

Fonte: Redação FogãoNET e Botafogo no Coração