O Botafogo acertou o reforço de um estrangeiro para 2020. De olho no mercado sul-americano, o Alvinegro foi atrás do atacante peruano Alexander Lecaros, ponta do Real Garcilaso. Considerado uma promessa no Peru, ele é comparado a Cristian Cueva pelo estilo de jogo.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo

Com apenas 1,67 m e 65 kg, o jogador é pequeno e franzino, mas tem no tamanho também qualidade: leve, é ligeiro e costuma dar trabalho pela ponta. O UOL Esporte conversou com jornalistas peruanos, que fizeram uma análise do atacante.

O repórter Sharles Hernández, do diário Depor, de Lima, elogiou bastante Lecaros. Para ele, o jogador é uma das grandes promessas do futebol peruano, e evoluirá em um grande centro.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo | Cupom de 10% de desconto

“É um jovem em afirmação. Muito rápido e habilidoso. É corajoso, não foge dos marcadores mais fortes. Precisa ter mais minutos para se consolidar, mas foi bem na última temporada. É uma das grandes promessas do Real Garcilaso. Esse ano jogou 26 jogos, marcou um gol. É um jogador interessante. Lecaros precisa de um grande centro para se afirmar”, declarou Hernández.

Sobre Cueva, Hernández tratou de deixar claro que a comparação era de estilos. Ainda falta bastante para que o jovem de 20 anos alcance o patamar do meia que atuou no São Paulo e no Santos. Por outro lado, Lecaros não é “problemático”.

“Não, é um jogador quieto fora de campo (risos). Se tudo der certo na carreira dele, pode virar sim um Cueva. Fisicamente lembra bastante, e Cristian [Cueva] também começou em equipes pequenas, tendo a sorte de sair do interior para jogar num gigante em Lima [Alianza]”, disse.

O físico frágil, entretanto, preocupa um pouco José Carlos Angulo, colaborador do Depor em Cuzco.

“Ele precisará provar muita coisa ainda. É um jogador que claramente tem talento e é muito rápido, muito mesmo. Mas é muito frágil. Talvez os marcadores brasileiros, mais fortes até que os peruanos, consigam tirar a bola dele facilmente por ser muito “magrinho”. O ideal, nesse início, é que ele pegue confiança atuando no segundo tempo, como um reserva bem utilizado”, opinou.

Outro ponto apontado foi a versatilidade. Lecaros, segundo o jornalista, pode atuar nas duas pontas e até centralizado, por trás dos atacantes. De acordo com Angulo, apesar de ter começado a temporada pela esquerda, foi jogando de pé trocado pela ponta-direita que o jovem teve suas melhores atuações.

“Isso fez com que ele tivesse menos embates físicos. Quando ele cortava para dentro entre as linhas, não precisava usar tanto a força como era necessário jogando pela esquerda, buscando a linha de fundo. Creio que ele se encaixe melhor. Pode jogar no meio também, mas acho que o time perderia muito em força pelo centro”, disse.

A situação envolvendo Lecaros e o Botafogo foi resolvida rapidamente. O jogador gostou da proposta feita pelo Alvinegro e até já foi anunciado pelo novo clube.

Fonte: UOL