Novo Vitinho? Aos 12 anos, joia do Acre ganha chance no Bota

Compartilhe:

Vitinho, Hyuri… O Botafogo vive um momento especial na revelação de novos craques do futebol brasileiro. E uma nova promessa está por vir. Com apenas 12 anos, o meia acreano Leandro Oliveira deve integrar as categorias de base do Fogão nas próximas semanas. O jovem, considerado uma joia o futebol do Acre, passou por testes no clube carioca, foi pré-aprovado e sonha: ‘quero aproveitar’.

Apesar de Vitinho e Hyuri terem saído da base do Audax, clube do Rio, os momentos de destaque foram no Botafogo. No fim de julho deste ano, mais de 200 atletas participaram de uma avaliação técnica em Rio Branco. Um dos aprovados foi Leandro Oliveira, que em três dias de teste no clube carioca, ganhou a confiança dos responsáveis pela categoria de base. De acordo com a assessoria do Alvinegro, o garoto ‘foi pré-aprovado e está em observação final’.

– Sempre trabalhei para ter essa oportunidade e agora quero aproveitar – comentou Leandro, que gostou da estrutura oferecida pelo Botafogo e já se sente um alvinegro.

A promessa começou no futsal, há dois anos, na AABB-Rio Branco. Em pouco tempo, ele chamou a atenção por onde passou, principalmente no Rio Branco e na escolinha do Vasco da Gama, na capital acreana. O pai Getúlio de Araújo Moraes, 37 anos, que trabalha com serviços gerais, logo percebeu o potencial do jovem.

– Eu levava ele para a escolinha de futsal na AABB de bicicleta. Os treinos eram duas vezes na semana. Sempre acreditei no potencial dele, agora ele também precisa acreditar – disse.

Ciente das dificuldades e dos desafios que o filho ainda vai ter pela frente, Getúlio deixa um recado importante para uma das maiores promessas do futebol local.

– Agora é agarrar essa chance, deixar os pés no chão porque ainda não ganhou nada. Tem que focar no objetivo – completou.

‘Oportunidade ímpar’

O agente de futebol Tiago Mendonça, que organizou a avaliação técnica do Botafogo em Rio Branco, comemorou a ida do jovem acreano ao clube carioca. Mendonça classifica a aprovação de Leandro como uma ‘oportunidade ímpar’.

– É uma oportunidade ímpar para ele. É um clube grande, de tradição. A pressão lá é maior e ele vai precisar se acostumar com isso. Futebol ele mostrou que tem, agora é conseguir  manter a vaga no clube – comentou.

Mendonça explicou que o contrato deve ser fechado nos próximos dias e com os detalhes definidos a ida do meio-campo ao Rio de Janeiro deve acontecer em breve.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários