Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

22/05/21 às 15:05 - São Januário

Escudo Vasco
VAS

X

Escudo Botafogo
BOT

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Como foi o rendimento de Obi Mikel, alvo do Botafogo, na última temporada? Veja números e análise

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Como foi o rendimento de Obi Mikel, alvo do Botafogo, na última temporada? Veja números e análise
Reprodução/Instagram

Livre no mercado desde o início de março, quando se recusou a jogar e rescindiu com o Trabzonspor, o volante nigeriano Obi Mikel entrou na mira do Botafogo e tem chances de ser mais um reforço internacional do alvinegro em 2020. Independente do desenrolar da negociação, será que o ex-jogador do Chelsea fez uma boa temporada ano passado? Como foi seu rendimento com a camisa do time turco?

Confira em mais uma análise do R37 Select:

OBI MIKEL (2019/2020)

27 jogos (23 como titular)
Nenhum gol
7 passes para finalização
Acertou 93% dos passes
Perdeu a bola 114 vezes (6 por jogo)
Recuperou a bola 202 vezes (8,4 por jogo)
Ganhou 63% dos duelos defensivos
9 cartões amarelos | 1 cartão vermelho

Apesar do grande passado internacional, podemos ver nos números acima que o nigeriano não chegou a ser titular absoluto da equipe turca na temporada passada. Considerando somente as partidas válidas pela Superliga da Turquia, Obi Mikel foi titular em apenas 17 dos 26 jogos do atual líder do campeonato.

Números de jogos à parte, fica claro nas estatísticas acima que Obi Mikel continua sendo aquele autêntico volante marcador. Atuando a maioria absoluta das partidas como o 1° homem a frente da linha de zagueiros, o nigeriano tem um desempenho praticamente nulo no jogo ofensivo.

Sendo assim, é justo começarmos nossa análise focando em seu rendimento no jogo sem bola. Se olharmos para seu índice de média de recuperações de bola por partida percebemos que o nigeriano fica a frente dos atletas da posição do elenco alvinegro.

Enquanto o ex-jogador do Chelsea recuperou, em média, 8,4 vezes a pelota por partida na temporada 2019/20, Alex Santana e Caio Alexandre retomaram 7 e 6 vezes, respectivamente (em 2020). Já Thiaguinho, volante de contenção que acabou de deixar o elenco comandado por Paulo Autuori, alcançou apenas 6,8 neste mesmo fundamento.

Se compararmos o número de duelos defensivos a vantagem de Obi Mikel sobre o resto do elenco alvinegro fica ainda maior. Enquanto o nigeriano alcançou a bela marca de 63% de aproveitamento, Alex Santana e Caio Alexandre tiveram apenas 43% e 48% neste índice, respectivamente.

Para não ficarmos só com números, analisamos todas as vezes em 2020 que algum atacante adversário tentou superar Obi Mikel com uma jogada individual.

Levando a melhor sobre os adversários em 60% dos lances, fica claro que o atleta de 32 anos continua com uma boa condição de recuperação de bola. Ocupando bem os espaços do campo, Mikel teria tudo para subir o nível de segurança do meio do Botafogo.

Apesar do apagado desempenho ofensivo, notamos que o volante tem um ótimo índice de acerto de passes na temporada: 93%. Para te ajudar a entender o estilo de jogo do atleta com a bola no pé, separamos em vídeo as últimas 15 vezes em que o nigeriano recebeu a pelota e foi minimamente pressionado por marcadores adversários.

O nigeriano é um volante que não gosta de se complicar. Privilegiando quase sempre toques curtos e de primeira, Obi Mikel se mostrou muito seguro nas saídas de bola do Trabzonspor. Por mais que não possamos esperar grandes lançamentos ou passes que quebrem linhas, o nigeriano tem uma boa capacidade de fazer a ligação entre a defesa e os homens mais criativos do meio.

Ainda em uma fase embrionária de negociação, Obi Mikel representaria uma subida de nível no meio do Botafogo. Por mais que o atleta não tenha a mesma condição técnica e, principalmente, de marketing que nomes como Honda e Yaya Touré, o nigeriano seria sim uma aquisição criativa e interessante para o elenco comandado por Paulo Autuori. Caso não haja loucuras financeiras, esta contratação será uma boa aposta do alvinegro.

Fonte: R37 Select

Notícias relacionadas
Comentários