Com quatro garotos da base na equipe titular, o Botafogo encontrou dificuldades e, inseguro, foi derrotado para a Cabofriense de virada, por 3 a 1, no Estádio Moacyrzão. A partida marca a péssima estreia do atual campeão carioca, pelo Grupo C da Taça Guanabara.

Logo após o revés, Zé Ricardo se apresentou para a entrevista coletiva e, desapontado, admitiu os erros coletivos, além de ter enaltecido o desempenho da Cabofriense, que venceu com gols de Rafael Gladiador, Anderson e Rincon.

– Lógico que não queríamos estrear com derrota, mas, dentro de um processo de reconstrução, entendíamos que seria um adversário bem treinado. Os gols deles saíram em erros que acontecem neste início de processo. Tivemos bons momentos, colocamos duas bolas na trave – disse o comandante alvinegro.

– Faz parte. Os erros nos ensinam. Temos Copa do Brasil, Sul-Americana, temos que estar atentos. Ainda bem que ninguém saiu lesionado. Temos alguns atletas para estrear. Não podemos apontar uma causa específica – completou.

Já em relação ao que fica de positivo, mesmo com a derrota, Zé apontou:

– A volta do João Paulo, um jogador importante. Alan Santos estava há muito tempo sem jogar. Alguns meninos começaram a ter oportunidades no profissional. Pontos que observamos para já atacar. Trabalhar pra recuperar os pontos em casa.

A equipe de Zé Ricardo, agora, terá que recuperar os pontos perdidos fora de casa no Estádio Nilton Santos, onde, nesta quarta-feira, diante do Bangu, atua às 19h15 (de Brasília).

Fonte: Terra