Oswaldo exige respeito ao Fla: ‘Tem que ser levado a sério’

Compartilhe:

Ao falar sobre sua trajetória profissional durante o terceiro encontro “Futebol, o novo não é aposta”, realizado nesta segunda-feira em um hotel da Zona Sul, Oswaldo de Oliveira usou uma frase que resume bem o que tentará passar aos seus jogadores para a partida desta quarta-feira, contra o Flamengo, pela Copa do Brasil. Ao dizer que “apenas os fortes permanecem”, o treinador deixou claro que não há tempo para o Alvinegro lamentar as duas derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro.

Mais do que a recuperação emocional dos jogadores, Oswaldo não quer se iludir. A péssima fase do Flamengo, para ele, deve ser esquecida em General Severiano.

— Em um clássico como esse, a fase do adversário é o que menos importa. É uma competição diferente, uma outra história. Ganhando ou perdendo, o Flamengo tem que ser levado a sério — alertou o técnico alvinegro.

Na luta para recuperar um grupo abalado emocionalmente, Oswaldo tem o passado como aliado. Para ele, o fato de o Botafogo ter brigado pelas primeiras posições no último Brasileiro e não ter conseguido a classificação para a Libertadores pode fazer com que a superação agora seja diferente.

— Nós vivemos essa experiência no ano passado, o que me dá elementos para mudar a situação agora. Cada jogador sente de uma forma, mas o que temos feito em termos coletivos tem dado resultados muito bons. É nisso que estou apostando para que a gente consiga essa ressurreição até o jogo contra o Flamengo — explicou.

Os jogadores do Botafogo parecem já ter entendido o recado do treinador. Além de alertar para a diferença das competições, o goleiro Jefferson destacou a dificuldade que sempre é enfrentar um tradicional rival.

— Já vi jogos em que o time que estava pior na tabela venceu. Por isso, vamos ter respeito pelo Flamengo e pelo time. Sabemos de sua força e história — destacou.



Fonte: Extra Online
Comentários