Oswaldo vê Zé Roberto similar a Seedorf: ‘Só muda sotaque’

Compartilhe:

Acostumado a exaltar Seedorf após vitórias do Botafogo, o técnico Oswaldo de Oliveira avalia que terá um adversário da mesma categoria no jogo contra o Grêmio, às 16h deste domingo: o meia Zé Roberto. Para o treinador, a principal diferença entre os jogadores é a nacionalidade. Os dois se enfrentarão pelo Campeonato Brasileiro, na casa do time gaúcho.

Além da categoria da dupla, Oswaldo de Oliveira comparou a longevidade dos meias. Com 38 anos, o apoiador do Grêmio ainda é mais velho que Seedorf. O meia holandês tem 37 anos completados em abril.

“Diferença é só o sotaque. Ele retornou uma vez ao Brasil e jogou pelo Santos [em 2006], e todos pensavam que encerraria a carreira pouco depois. Mas ele voltou do exterior e agora está jogando aqui como um menino. Não parece a idade que tem. Não vejo limites para ele”, disse Oswaldo de Oliveira.

Para o jogo contra o Grêmio, o técnico fez apenas uma alteração na equipe que venceu o Fluminense na Arena Pernambuco no último domingo, por 1 a 0. O volante Renato entrará no lugar do suspenso Gabriel, que tomou o terceiro amarelo no confronto com o Tricolor.

“Não perdemos nada [com a entrada do Renato], só ganhamos. Ele tem mostrado isso. Quando ele jogou, foi muito bem. É excepcional do ponto de vista técnico. Temos alternância no futebol. Não vinha jogando, mas vai jogar domingo”, afirmou o comandante, que exaltou o rival deste domingo.

“O Grêmio é um time excepcional, um elenco riquíssimo e muito forte, principalmente jogando lá. É um dos grandes times do futebol brasileiro e sério candidato ao título nacional”, avaliou Oswaldo.

O Botafogo é o líder do Campeonato Brasileiro, com 13 pontos. O time chegou a primeira posição da competição após a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, pela sexta rodada. Já o Grêmio é o nono colocado, com nove pontos.



Fonte: UOL
Comentários