Após o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) determinar na última terça-feira que a vitória do Palmeiras sobre o Botafogo pelo Campeonato Brasileiro fosse temporariamente anulada, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) foi oficialmente notificada nesta quarta.

Assim que recebeu a ordem, a Confederação atualizou a tabela do Brasileirão em seu site oficial, às 12h47 (de Brasília), retirando 3 pontos do Verdão.

O time paulista e o Fogão agora têm apenas 5 partidas realizadas no torneio, contra 6 do restante.

Curiosamente, o Palmeiras segue como líder da competição mesmo com a dedução feita pela CBF. A equipe paulista possui agora 13 pontos, um a mais que o vice-líder Atlético-MG.

Por meio de nota, o Departamento Jurídico do Alviverde se posicionou e disse entender a anulação temporária do resultado do jogo para análise do caso no STJD. No entanto, salientou que tem “total convicção” de que a partida não será anulada no “tapetão”.

“O Palmeiras tem total convicção na manutenção dos três pontos conquistados depois que o mérito for analisado. O clube entende ser procedimental a atitude adotada pelo STJD e irá se defender no Tribunal”, escreveu.

A tabela permanecerá assim até que o caso seja julgado pelo órgão competente.

O clube carioca alega erro de direito por conta do uso do VAR e pede a anulação do confronto.

O problema aconteceu no lance do pênalti que originou o gol da vitória do Palmeiras. Gatito deu rebote após finalização de Dudu. Deyverson ficou com a sobra e caiu na disputa de bola, mas o árbitro Paulo Roberto Alves Jr deu amarelo para o atacante palmeirense por simulação. Segundo o Botafogo, o jogo foi reiniciado, mas o VAR chamou a atenção do juiz, que revisou o lance e apontou pênalti – convertido por Gustavo Gómez e que definiu o placar.

Fonte: ESPN Brasil