A polêmica entre Vasco e Fluminense sobre quem terá direito ao setor do sul do Maracanã para a decisão da Taça Guanabara, neste domingo (17 de fevereiro), continua. Como publicado neste sábado pelo Globoboesporte.com neste sábado (16), Alexandre Campello e Pedro Abad, presidentes dos dois clubes, estão reunidos na sede da FFERJ para definirem a situação. Existe a chance, inclusive, de que a partida seja transferida para o Engenhão, administrado pelo Botafogo. 

Por conta dessa divergência a venda de ingressos para a final está afetada. Em contrato assinado junto ao consórcio que administra o Maracanã, o Fluminense definiu que tem direito ao setor sul para as partidas no estádio e por isso já até conseguiu uma liminar na justiça para fazer valer o acordo, com risco de multa de R$ 50 mil ao consórcio caso o mesmo não seja respeitado. O Vasco, por sua vez, continua comercializando as entradas, destinando-as ao setor.

A disputa dos dois rivais pelo setor sul do estádio começou em 1950. Na época, definiu-se que o campeão carioca daquele ano teria o direito de escolher a localização da sua torcida no estádio, e o Vasco, como campeão, optou pelo setor sul. Porém, em 2013, segundo o contrato assinado por Fluminense e Flamengo com o consórcio, ficou definido que os tricolores ficariam na sul, e os rubro-negros na norte.

Fonte: Fox Sports e Globoesporte.com