Lodeiro vai voltar a ser titular no Botafogo neste domingo, contra o Criciúma, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, depois de sete jogos ausente da escalação inicial. A última vez em que começou uma partida pelo clube este ano aconteceu na fatídica goleada por 4 a 0 aplicada pelo Flamengo, no dia 23 de outubro, na eliminação da Copa do Brasil.

Considerado um dos principais jogadores do elenco e presença praticamente certa na seleção do Uruguai para a Copa do Mundo de 2014, ele acompanhou como reserva a sequência na qual o Botafogo conseguiu duas vitórias, dois empates e três derrotas. Em quatro destes jogos, entrou no segundo tempo e nos outros três desfalcou o time por estar a serviço do Uruguai.

O técnico Oswaldo de Oliveira promoveu a volta de  Lodeiro ao time na vaga de Hyuri. Na derrota por 2 a 1 para o Coritiba, o uruguaio entrou na vaga do ex-titular no intervalo. No confronto decisivo na busca pela vaga na Taça Libertadores, ele voltará a ser escalado.

No grupo, a confiança é grande em Lodeiro. O uruguaio disputou 49 jogos no ano pelo Botafogo e marcou 13 gols. Além disso, atuou 10 vezes pela seleção de seu país, incluindo a participação na Copa das Confederações.

– A gente sempre confiou nele, mas tem a escolha do Oswaldo. Foi importante para a equipe e tem treinado bem. Por isso, o Oswaldo tem dado novas chances. Esperamos que nos ajude nesse jogo como já fez tantas outras vezes. Vai nos dar muitas alegrias. Infelizmente, tem seus altos e baixos como todo jogador e ele passou por isso. É normal no futebol – afirmou o goleiro Jefferson.

Um dos motivos destacados pelo técnico Oswaldo de Oliveira para os altos e baixos de Lodeiro é a sua participação na seleção do Uruguai. Segundo ele, o jogador apresentava uma queda de rendimento na volta ao Botafogo.

Domingo, Lodeiro terá a chance de ajudar o Botafogo em sua última cartada na briga por uma vaga na Taça Libertadores. O time precisa vencer o Criciúma e torcer contra Goiás e Atlético-PR.

Fonte: Globoesporte.com