Novo administrador da Arena Botafogo, na Ilha do Governador, o Flamengo não deve jogar no local tão cedo. Por conta de um impasse entre a Portuguesa-RJ, proprietária do estádio, e o Alvinegro, a desmontagem da estrutura montada pelo Glorioso está bastante atrasada.

Segundo o site Globoesporte.com, a Portuguesa contesta a retirada de alguns itens, como ar-condicionados da sala de entrevistas coletivas, estrutura elétrica, refletores e postes, além da iluminação da arquibancada social. O Botafogo, por sua vez, argumenta ser o proprietário.

Para piorar a situação, a Portuguesa reforçou a segurança no local e formulou uma lista de quem está autorizado a entrar no Estádio Luso-Brasileiro para fazer o desmonte da estrutura. Essa restrição de pessoal, de acordo com funcionários do Botafogo, tem atrasado todo o processo.

A arquibancada vem sendo desmontada também em ritmo lento. O Botafogo pretende desmontar algumas estruturas provisórias, enquanto a Portuguesa alega que elas podem permanecer por serem de propriedade da empresa que as alugou ao Alvinegro. A Lusa também reclama das condições ruins de instalação de equipamentos.

Fonte: Globoesporte.com