A primeira vez os alvinegros nunca esquecem. Embora a Arena Botafogo tenha apresentado alguns problemas operacionais para o clássico de sábado, a diretoria se mostrou satisfeita com a estreia da nova casa na Ilha. O presidente Carlos Eduardo Pereira anunciou que fará melhorias para as próximas partidas, e aproveitou para alfinetar o Flamengo.

— Nenhuma chance de fazermos uma parceria. Eles já conheceram a Arena… — ironizou o dirigente

Segundo Pereira, as prioridades do clube são o gramado e ações para atrair torcedores — o clássico teve apenas um público razoável: 11.692 presentes.

O Botafogo contratou a empresa Greeleaf para fazer a manutenção no campo, mas não houve tempo para os resultados aparecerem.

— O gramado seguirá sendo melhorado, pois tivemos que colocar novas drenagem e irrigação — explicou.

O mandatário salientou a importância de uma opção na cidade, enquanto o Nílton Santos e o Maracanã estiverem fechados por conta dos Jogos Olímpicos Rio-2016.

— A proximidade e o incentivo da torcida foram fundamentais para o time, que soube sair de um resultado adverso — ressaltou: — Confio que seu crescimento será um processo gradual.

Em meio à euforia, a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva analisa se fará denúncia contra Botafogo e Flamengo por objetos jogados no campo. A pena pode ir de multa à perda de mando de campo de até dez partidas. Segundo o procurador-geral Felipe Bevilacqua, a definição sobre a a denúncia sai esta semana:

— Os jogos são divididos por equipes, e cada uma é responsável pelas respectivas rodadas. Quando há relato de infrações ou desordens, o procurador responsável tem de oferecer a denúncia.

Mal inaugurou sua casa nova após investir cerca de R$ 5 milhões, o Botafogo pode ter que se mudar.

Fonte: Extra Online