A conquista do improvável título da Taça Guanabara foi comemorada diante de pouco mais de três mil pessoas, na noite desta quarta-feira (8). O público no Estádio Nilton Santos pode ter decepcionado a diretoria, que esperava pelo menos 10 mil torcedores. O time fez sua parte vencendo o Macaé por 1 x 0. O gol foi marcado pelo meia Elvis, no primeiro tempo.

A taça oficial só vai ser entregue na primeira partida das semifinais. O jeito foi pegar na sala de troféus a que foi erguida em 2010 e dar a volta olímpica. Para o presidente Carlos Eduardo Pereira é um bom “recomeço” do Glorioso:

“Todo esse nosso trabalho é pelo renascimento do Botafogo. O Botafogo é grande, o Botafogo tem história, o Botafogo tem que ser respeitado. Esse trabalho que a gente está começando agora caminha para isso, resgatar o velho Botafogo, não precisa nada de novo. O Botafogo é muito grande e o velho Botafogo está de volta e a velha frequesia também”.

O zagueiro Diego Giaretta destacou que o time aprendeu a lição e entrou em campo pensando somente no jogo do Engenhão:

“Primeiro que a gente já entrou esquecendo disso, porque diante do Madureira entramos achando que o Flamengo ia tropeçar diante do Fluminense e o jogo complicou para nós. Foi uma lição. O primeiro tempo acabou com 1 x 0 para o Madureira e nós jogamos muito mal, com a cabeça no jogo do Flamengo. Infelizmente isso aconteceu no primeiro tempo. No intervalo tomamos uma dura, um chacoalhão, voltamos para o jogo pensando só na gente e conseguimos fazer quatro gols. Hoje, entramos totalmente com a cabeça no nosso jogo mesmo, no Macaé, independente do que acontecesse lá. Isso deu certo, fizemos nossa parte e conseguimos com o tropeço do Flamengo sermos campeões”.

Além da oitava Taça Guanabara de sua história, o clube de General Severiano vai receber o prêmio de R$ 1 milhão. Com a vantagem de dois empates, o Botafogo enfrenta o Fluminense na semifinal. O primeiro jogo vai ser neste sábado (11), às 18h30, no Maracanã. Os vencedores vão decidir o título com jogos nos dias 26 de abril e 3 de maio.

Fonte: Site da Rádio Globo