Técnico do Milan, Clarence Seedorf tem sido bombardeado pela imprensa italiana nos últimos dias por um suposto ultimato de Adriano Galliani, diretor executivo do clube, após uma sequência de maus resultados. Neste sábado, o holandês se irritou com uma pergunta, interrompeu a coletiva de imprensa e abandonou a sala.

A questão que incomodou Seedorf era sobre as recentes declarações de Paolo Maldini, um dos maiores ídolos do clube e ex-companheiro do holandês, que disparou sobre a crise no clube italiano. O ex-zagueiro disse que “estão destruindo tudo que era bom no Milan” e fez duras críticas a Galliani e Barbara Berlusconi, filha do presidente do clube, Silvio Berlusconi.

O ex-jogador não responsabilizou Seedorf. pelos maus resultados. “A culpa não é dele. Nem Guardiola poderia fazer diferente. Faltam objetivos claros”, declarou. Em outro ponto da entrevista, Maldini disse que jamais aceitaria uma reunião com torcedores organizados do Milan para dar explicações sobre o desempenho do time, o que aconteceu no último domingo com o holandês.

Quando perguntado sobre o que diria em relação às falas do ex-companheiro, principalmente sobre a reunião com os torcedores, o holandês respondeu: “Eu diria que a coletiva termina por aqui”. Na sequência, o atual treinador do Milan deixou a sala de conferência.

Fonte: Gazeta Esportiva