Fluminense e Botafogo se enfrentam nesta quarta-feira, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Maracanã. Em campo, cada equipe conta com atletas que dificilmente ficarão por muito tempo no Brasil. Wendel e Matheus Fernandes são os típicos jogadores modernos, que tanto agradam aos europeus. Não à toa, a dupla coleciona sondagens do Barcelona, segundo a imprensa espanhola.

Principal revelação de Xerém na atual temporada, o volante Wendel precisou de poucos meses para sair do fim da fila de espera e se tornar um dos titulares absolutos da equipe de Abel Braga.

No início do ano, participou de um treino entre os profissionais, e o treinador recebeu a recomendação de que deveria olhar o jovem com atenção. Satisfeito com as opções que têm para a posição, o comandante não deu muita bola, mas precisou de uma atividade para se encantar com o jogador.

De quinta opção, ele ganhou a vaga e fez os olhos de clubes europeus ficarem arregalados. Em abril deste ano, o jovem teve seu contato renovado até outubro de 2020. Em entrevista ao jornal português “A Bola”, Fernando Veiga, vice de futebol do Flu, revelou que as conversas por uma eventual transferência só terão início se o interessado oferecer ao menos 15 milhões de euros (R$ 56,4 milhões). Entre sondagens e propostas, o Tricolor já foi procurado por representantes de Porto, Barcelona e Sporting.

Matheus Fernandes, por outro lado, iniciou no futebol após o pai criar uma escolinha de futebol para que o filho virasse jogador. A ideia deu certo e o jovem volante chegou ao Botafogo ainda cedo. Subiu para os profissionais com convocações para a seleção brasileira de base.

Apesar do conhecido talento, Matheus Fernandes teve de esperar sua vez. Na temporada passada ficou apenas treinando e se ambientando com os novos companheiros. A trinca formada por Airton, Lindoso e Bruno Silva impediu o aproveitamento da joia alvinegra. Neste ano, as coisas mudaram após lesão do primeiro.

O volante assumiu a condição de titular e fez grandes partidas. Renovou contrato até o fim de 2020. A multa rescisória para clubes do exterior é de US$ 40 milhões (aproximadamente R$ 131 milhões). Protegido, o Alvinegro conta com o retorno técnico nesta temporada, mas não descarta uma futura venda.

Fonte: UOL