A Copa Libertadores da América passará em 2017 por sua maior mudança de formato neste século. A Conmebol mexeu no calendário para que o torneio ocupe os dois semestres e aumentou o número de participantes. Seriam 44, mas a desistência do México em razão do conflito de calendários motivou uma nova mudança. Agora, serão 47 equipes envolvidas, 28 delas já garantidas na fase de grupos.

Os outros 19 times participarão de uma etapa preliminar dividida em três fases. Na primeira, ainda em janeiro, entram em campo seis equipes, de Bolívia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Os três vencedores avançam à segunda fase, juntando-se a outros 13 times. Então, serão duas fases eliminatórias que definirão quatro classificados para os grupos.

Ainda faltam vagas a definir antes do sorteio do dia 21 de dezembro, mas a maioria dos participantes já é conhecida.

Confira as vagas já conquistadas e como está a corrida pelas restantes.

ARGENTINA (6 vagas)

São cinco vagas diretas. Pelo campeonato, classificaram-se o campeão Lanús, o vice San Lorenzo, Estudiantes e Godoy Cruz. A outra irá para o vencedor da Copa Argentina, decidida entre River Plate e Rosario Central.

Na segunda fase preliminar entra o estreante Atlético Tucumán, quinto colocado no campeonato.

BOLÍVIA (4 vagas)

Os dois campeões da temporada 2015/16 vão direto aos grupos: Sport Boys, do Apertura, e Jorge Wilstermann, do Clausura.

Pela pontuação geral, The Strongest fica com a vaga na segunda fase preliminar, enquanto o Universitario de Sucre entra na primeira fase.

BRASIL (7 vagas + campeão da Sul-Americana)

A Chapecoense, declarada campeã da Copa Sul-Americana pela Conmebol, fará sua estreia na Libertadores entrando diretamente na fase de grupos.

O Campeonato Brasileiro dá seis vagas, sendo quatro diretas e duas na segunda fase preliminar. O outro lugar nos grupos é destinado ao vencedor da Copa do Brasil, decidida nesta quarta-feira entre Grêmio e Atlético-MG (na ida, 3 a 1 para os gaúchos).

Os quatro primeiros colocados do Brasileirão já são conhecidos e estarão nos grupos: Palmeiras (campeão), Flamengo, Santos e Atlético-MG.

Faltando uma rodada, as duas vagas na preliminar hoje são de Atlético-PR (56 pontos) e Botafogo (56). O Corinthians, com 55, aparece a seguir.

Caso o Atlético-MG conquiste a Copa do Brasil, Atlético-PR e Botafogo estariam automaticamente classificados, abrindo uma vaga para o sétimo colocado. Neste caso, o Grêmio (53) ainda poderia alcançar o Corinthians. Este cenário ainda garantiria o quinto do Brasileiro direto nos grupos.

CHILE (4 vagas)

A Universidad Católica foi campeã do Clausura no primeiro semestre e garantiu uma das vagas diretas na fase de grupos. A outra será do vencedor do Apertura, a não ser que o título também fique com a Católica, líder a uma rodada do final. Neste caso, o posto nos grupos ficaria com o segundo colocado.

Em caso de título para a Universidad Católica, que tem 28 pontos e só precisa de um empate na última rodada, disputam a vaga nos grupos Deportes Iquique (25), Unión Española (24) e O’Higgins (23).

Uma das duas vagas na segunda fase preliminar irá para o campeão da Copa Chile, que tem Colo Colo e Everton na final. Se perder, o Colo Colo ainda terá outra chance por ter sido o vice do Clausura, pois a última vaga está reservada para um duelo com o vice do Apertura (ou o terceiro, por causa da colocação da Católica).

COLÔMBIA (4 vagas + atual campeão)

O Atlético Nacional tem a vaga garantida como atual campeão. Ao seu lado na fase de grupos estarão o Independiente Medellín, vencedor do Apertura no primeiro semestre, e o campeão do Finalización, que está nas semifinais. Santa Fe x Atlético Nacional e Tolima x Bucaramanga são os confrontos.

As duas vagas na segunda fase preliminar são definidas pela pontuação geral: Santa Fee Millonarios. No entanto, caso o campeão seja o Santa Fe ou o Atlético Nacional, abre-se vaga para o melhor colocado a seguir: Junior de Barranquilla.

EQUADOR (4 vagas)

O campeão Barcelona de Guayaquil e o rival Emelec, segundo colocado na tabela geral, estão na fase de grupos. Entre as demais equipes, a de melhor pontuação entrará na segunda fase preliminar, e a segunda melhor na primeira fase.

Três equipes disputam estas duas vagas, a uma rodada do fim: El Nacional (64 pontos), Independiente del Valle (61) e LDU de Quito (61).

PARAGUAI (4 vagas)

São duas vagas diretas: uma do Libertad, vencedor do Apertura, uma do campeão do Clausura. Faltando duas rodadas, o Guaraní tem quatro pontos de vantagem para o Olimpia. Entre os dois postulantes ao título, quem ficar sem ele terá o consolo da vaga na segunda fase preliminar pela pontuação geral.

Três equipes disputam o acesso à primeira fase preliminar: Deportivo Capiatá (63 pontos), Cerro Porteño (62) e Sol de América (60).

PERU (4 vagas)

Os dois finalistas do campeonato nacional, Melgar e Sporting Cristal, estarão na fase de grupos. A vaga na segunda fase preliminar será disputada entre os perdedores das semifinais, Universitario e Deportivo Municipal.

O classificado para a primeira fase preliminar será o time de melhor campanha no Torneio Apertura entre os que ainda não se classificaram. Se o Universitario perder para o Municipal, ficará com esta vaga. Vencendo, dá o direito ao Alianza Lima.

URUGUAI (4 vagas)

Peñarol, campeão da temporada 2015/16, e Nacional, pela tabela geral, vão à fase de grupos. A pontuação total colocou o Cerro na segunda fase preliminar.

Para a primeira fase preliminar irá o melhor time do Torneio de Transição entre os que não tinham garantido a vaga antes. Falta uma rodada e estão na briga Montevideo Wanderers (28 pontos) e Danubio (26).

VENEZUELA (4 vagas)

Zamora e Zulia, finalistas do campeonato por terem vencido Apertura e Clausura, respectivamente, estão na fase de grupos.

Pela pontuação de 2016, o Carabobo entrará na segunda fase preliminar, e o Deportivo Táchira na primeira.

Fonte: Blog do Leonardo Bertozzi - ESPN.com.br