O Botafogo segue se preparando para a semifinal do Campeonato Carioca, que será realizada neste domingo, contra o Fluminense, em Volta Redonda. Os alvinegros só avançam para a decisão se vencerem os rivais tricolores, que têm a vantagem de se classificaram com um empate. O técnico Ricardo Gomes minimizou o fato e afirmou que não mudaria muita coisa durante os treinamentos desta semana caso tivesse a vantagem.

“Gostaria de ter a vantagem, mas a preparação para o jogo não muda. O time está equilibrado e o empate não nos serve. Temos que, de forma equilibrada e ofensiva, buscar o jogo. Esse foi o nosso trabalho durante a semana e estou bastante confiante. Nosso trabalho é no dia a dia. A semana inteira foi focando no ataque. Nossa deficiência é no ultimo terço do campo. Trabalhamos isso de diversas formas. Buscamos o equilíbrio. Se sairmos para o ataque, com esse time do Fluminense, é morte certa. Temos a obrigação da vitória, mas de forma equilibrada”, avaliou.

O comandante botafoguense destacou que o time tricolor das Laranjeiras evoluiu muito em relação ao time que enfrentou o “Glorioso” em duas oportunidades neste Campeonato Carioca. Os alvinegros venceram a primeira e sofreram o empate nos acréscimos do segundo tempo do outro encontro.

“O Fluminense está muito diferente do primeiro jogo. O time evoluiu e eles têm a vantagem. A confiança é muito mais pela nossa campanha. Marcamos gols em todas as partidas. Vai ser um jogo diferente”, declarou.

Sobre a escalação, Ricardo Gomes manteve uma dúvida: Leandrinho ou Fernandes. A tendência seria a entrada do volante, mas este se recupera de lesão e pode não suportar os 90 minutos. Já o meia foi bem contra o Boavista, sendo o autor do gol da vitória e tornaria a equipe mais ofensiva.

“Na minha cabeça, o meio de campo é parte fundamental para dominar o adversário. Sem um bom meio de campo você não domina ninguém. Tínhamos três jogadores defensivos para marcar. Perdemos o Airton, coloquei o Fernandes. Depois perdemos o Fernandes. Ai mudei o esquema. Mas aí vem a minha escolha, mas há a duvida em relação ao tempo que ele vai suportar. Essa é a dúvida”, finalizou.

Fonte: ESPN.com.br