Rafael Marques mostra eficiência em 2013 e supera até Seedorf

Compartilhe:

De jogador contestado a fundamental. Essa foi a mudança drástica no status de Rafael Marques no Botafogo em menos de um ano. Um dos destaques do time, que entra em campo às 21h50 desta quarta-feira contra o Corinthians e ocupa a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, o meia-atacante é peça importante do esquema de Oswaldo de Oliveira. O camisa 20 mostra eficiência e aproveita a boa fase para ouvir aplausos da torcida e elogios do treinador. As estatísticas e os comentários o ajudam até a “concorrer” com a estrela Seedorf.

Aposta de Oswaldo de Oliveira desde os tempos em que mal tocava na bola e era vaiado, Rafael Marques foi apontado pelo treinador como o melhor jogador do time no primeiro turno do Brasileiro. Comparado a Seedorf, camisa 10 e líder do Botafogo, o meia-atacante supera o companheiro com melhores números em gols e em partidas disputadas.

Rafael Marques empata com o holandês nas roubadas de bola e perde nas assistências. O momento é favorável e os elogios se acumulam. Oswaldo de Oliveira não economiza ao analisar a participação de seu jogador nas primeiras 19 rodadas do Brasileiro.

“Não é revanche e nem retaliação. É só um reconhecimento que todos deveriam ter. O Rafael Marques hoje é, disparado, o melhor jogador do Botafogo no primeiro turno e um dos melhores do Campeonato Brasileiro. Se olhar sem ressentimento e sem culpa, vamos ver isso. É um jogador que ataca, que faz gol. Vamos reconhecer que ele merece muito mais do que tem sido dito. O Seedorf é o craque do time, mas o mais efetivo se chama Rafael Marques”,  apontou o técnico alvinegro.

Na briga pela artilharia, Rafael Marques já marcou oito gols no torneio nacional – três a mais que Seedorf. Mais jovem que o camisa 10 do Botafogo, o meia-atacante foi titular em todos os 19 jogos que o Botafogo disputou até o momento no Brasileiro. O holandês encarou suspensão, foi poupado e entrou em campo em 13 oportunidades.

Importantes na marcação ainda no setor ofensivo, a dupla alvinegra soma média de uma roubada de bola por partida. Seedorf é melhor que Rafael Marques nas estatísticas que tratam de assistências: são sete na conta do camisa 10, enquanto o meia-atacante garantiu cinco até o momento.

“Quando cheguei, sempre falei que queria ajudar o Botafogo, independentemente de como fosse, marcando ou dando passe. Me deixa contente saber que as coisas estão dando certo. Procuro sempre ajudar da melhor maneira possível, dando passes e fazendo gols também”, comentou Rafael Marques ao site oficial do Botafogo.

Com os dois em campo – Seedorf volta ao time após cumprir suspensão no jogo contra o Criciúma pelo terceiro cartão amarelo –, o Botafogo enfrenta o Corinthians nesta quarta-feira. Com 36 pontos na tabela, o Alvinegro tenta manter perseguição ao líder Cruzeiro, no Maracanã.



Fonte: UOL
Comentários