Quando Marcinho retornar aos gramados, no começo este ano, o lateral encontrará um Botafogo um pouco diferente do quando se lesionou, ainda no começo de 2017. Ao invés de Jair Ventura, Felipe Conceição será o técnico do time, que também não terá neste ano vaga na Libertadores.

Já recuperado de uma cirurgia de ligamento no joelho, que o tirou de quase toda a temporada, o atleta agora pensa em 2018 e faz elogios ao novo comandante do Glorioso, que assim como o lateral, é oriundo das categorias de base.

“Assim como o Jair, o Felipe tem muito conhecimento do grupo. Não tenho certeza, mas ele deve estar ali desde o Ricardo Gomes. Todo mundo gosta dele e ele tem muito a acrescentar. Conhece a garotada, tem história e tudo isso soma para a gente”, disse Marcinho segundo o Globoesporte.com.

Com a lesão, o lateral ficou longe de toda a campanha do Botafogo no ano. Marcinho quer deixar de lado o tempo fora dos gramados e voltar com tudo para ajudar o time em 2018.

“As primeiras semanas, até dois meses é bem complicado. Uma fase em que você precisa ter muita calma. Senti muita dor e não podia sair de casa para não afetar a cirurgia. Depois disso, ainda tive um longo caminho para percorrer. Isso te deixa triste porque você não pode fazer o que gosta. Mas agora a expectativa para 2018 é a melhor possível”, disse.

Fonte: Torcedores.com e Globoesporte.com