Bicampeão Mundial, Hexa estadual e hepta brasileiro pelo Botafogo, Uncas Tales Batista foi eleito pelo Comitê Olímpico Brasileiro o melhor remador de 2018. Pela segunda vez, o atleta receberá a homenagem no Prêmio Brasil Olímpico.

Uncas teve mais um ano de sucesso. Tanto no Rio quanto fora do Brasil, o atleta formado em Sacopã reforçou que vive grande fase e é esperança nacional de resultados ainda mais expressivos. Uncas foi importante em todas as conquistas do Alvinegro na temporada, como o título estadual e o brasileiro. Neste, o atleta foi responsável por levar seis medalhas de ouro e ajudar o Fogão no duro embate contra o Flamengo.

No Mundial Sub-23, disputado na Polônia, Uncas não chegou em sua melhor condição física, mas alcançou o topo do pódio. O remador perdeu dias de treino antes da competição, viajou e traçou a linha do bicampeonato prova a prova, com apoio fundamental do técnico Paulinho, até a linha de chegada. Conhecido por sua timidez e frieza nos momentos decisivos, o mineiro extravazou de alegria e se emocinou com o bicampeonato.

– Foi um ano muito bom para mim e para o Botafogo. Conseguimos o tão sonhado hexacampeonato estadual, levamos o Brasileiro e mostramos mais uma vez a nossa força. Individualmente me superei bastante para alcançar o bicampeonato mundial. Diferente do ano passado, eu não estava confiante, tive alguns problemas de saúde e achei que ficaria pelo caminho. Mas tudo deu certo na água, o Paulinho me ajudou demais, todo mundo me deu forças e venci. Fico feliz pelas conquistas, pelo reconhecimento e espero fechar o ano com chave de ouro.

O último desafio na temporada de Uncas Tales Batista será o Pré-Pan, em dezembro, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Fonte: Site oficial do Botafogo