O Botafogo venceu o Madureira por 4 a 1 neste domingo (5) e chegou aos 30 gols do Campeonato Carioca deste ano. A equipe tem um dos melhores ataques da competição. Segundo o próprio técnico Renê Simões, tem “DNA ofensivo”.

Renê afirmou que esse “DNA” foi determinante na partida desta tarde. Em entrevista coletiva após o jogo, ele reconheceu que sua equipe teve dificuldades para segurar o ataque do Madureira. Saiu perdendo. Porém, manteve sua eficiência no ataque e compensou o gol tomado fazendo quatro no segundo tempo.

“O Botafogo tem um DNA ofensivo. Marcou em todos os 15 jogos do ano. Se você quer fazer gol, expõe sua zaga”, disse Renê. “Estamos montando uma equipe com DNA ofensivo.”

Na entrevista, Renê também destacou a mudança de postura do Botafogo do primeiro para o segundo tempo. Nos 45 minutos iniciais, a equipe foi dominada. Já na etapa final, recuperou-se. “Nosso time estava com tanta vontade que saiu do racional para o emocional. No intervalo, mexi na ‘chavinha da equipe’. O Fernandes entrou muito bem.”

O jovem meia Fernandes marcou o terceiro gol do Botafogo e consolidou a vitória. Para Renê, ele é uma opção para o meio de campo do Glorioso.

“O Fernandes tem entrado e jogado muito bem. Ele vai crescer ainda mais. Estamos começando a ganhar possibilidades”, afirmou o técnico.

Fonte: UOL