Com a missão de voltar à Série A do Campeonato Brasileiro na próxima temporada, o Botafogo iniciou sua caminhada na segunda divisão da competição com duas vitórias e um empate, aproveitamento bom para uma equipe que jogou dois dos três primeiros jogos longe de casa. Porém, o bom momento da equipe não ilude o treinador René Simões, que muito pelo contrário, fica ainda mais preocupado pelo período de calmaria o qual passa o clube:

“O torcedor tem passado muita cobrança. Nenhum torcedor do Botafogo chegou, deu um tapinha nas costas e me disse que esse jogo dava para perder. Todos falam da obrigação de voltar à Série A ou cobram em relação a algum jogador. Treinador de futebol não tem tranquilidade. O bonito do futebol é que mexe com o irracional. Ele mexe com o emocional e entra no irracional. Estou sempre preocupado. Pode ter certeza disso”, declarou.

Em seguida, o treinador disse não estar focando, neste momento, nos resultados das outras equipes, e sim nos jogos do Botafogo, buscando sempre vencer para ficar com o melhor aproveitamento possível: “Quero sempre ganhar o próximo jogo. Não me preocupo com o que vai acontecer com a tabela. Me preocupo muito com o jogo, com o adversário, com os detalhes. A minha preocupação é essa: os detalhes do próximo jogo. O Campeonato Brasileiro é um muito difícil. Em três rodadas, nenhum time tem 100% na Série A, e apenas o Náutico venceu os três jogos na Série B. É impressionante. O Jair Ventura (auxiliar técnico) trouxe todas as informações do Vitória. Será um jogo interessante. O Vitória é uma equipe rápida, com muitos garotos, com pernas novas e descansadas. Mas treinamos a semana toda, e o gás está lá em cima”, completou.

Neste sábado, o Glorioso enfrenta o timedo Vitória no Estádi Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela quarta rodada da Série B do Brasileirão.

Fonte: Futnet