Ricardo Gomes não estava exatamente irritado com o empate do Botafogo por 2 a 2 com o Flamengo, embora o time alvinegro estivesse vencendo a partida até os minutos finais, em Juiz de Fora, na tarde deste sábado, pela Taça Guanabara. O treinador apontou ‘méritos’ na atuação rubro-negra e elogiou bastante o espírito de luta do time.

“Tivemos dificuldade para fazer nosso jogo. Ficamos um pouco na parte defensiva. E isso, claro, com o Flamengo que é um time com bastante investimento. Ficou claro que teríamos que tentar um pouco mais o jogo, tínhamos uma possibilidade, mas tínhamos que ter jogado um pouco mais”, disse ele.

“Demoramos a encontrar uma melhor formação, um espaço no meio para poder jogar. Jogamos pouco, lutamos muito. Esse foi o jogo. Voltamos um pouco melhor no segundo tempo até o gol. Depois o Flamengo dominou, ficou com uns 25 minutos dominando e chegou ao empate com méritos”, completou o treinador.

Questionado se os jogadores do Botafogo estavam nervosos com o jogo, Ricardo Gomes negou. Disse que os atletas estavam sim irritados, mas por outra razão.

“Vamos falar um pouco da arbitragem. Isso deixou os jogadores nervosos. Mais pelas escolhas do árbitro, onde dá a falta ou não dá, isso foi irritando o nosso time.”

Muitas vezes durante o jogos os botafoguenses reclamaram de decisões do árbitro Luis Antonio Silva dos Santos, especialmente em faltas marcadas próximas da área de defesa.

O resultado deixou o Botafogo na terceira colocação do Estadual, com oito pontos, na zona de classificação para a semifinal do torneio. Antes de voltar as atenções para a Taça Guanabara, o time alvinegro se concentra na Copa do Brasil. Nesta terça, o time visita o Coruripe-AL.

Fonte: ESPN.com.br