Não foi diante do Vitória que o Botafogo deu fim na sequência complicada no Campeonato Brasileiro. O Alvinegro empatou com o Leão, pelo placar de 1 a 1, e segue na zona de rebaixamento da competição. Durante a semana, o técnico Ricardo Gomes fez algumas mudanças na equipe que colocou em campo para o duelo deste domingo, em Volta Redonda. O treinador foi enfático quanto ao número de lesões que assolam os jogadores de General Severiano e pediu efetividade em todas as áreas.

“Atrapalha, mas acontece. Estamos na fase da falta de gols, das lesões. Temos que ter calma e vigor na execução do dia a dia. Seja na área médica, técnica, na diretoria… Só vamos sair dessa situação com vigor em todos os setores”, afirmou.

O Botafogo deu trabalho para o Vitória no primeiro tempo, criou oportunidades e chegou perto do gol. Porém, a equipe só balançou a rede nos primeiros minutos da segunda etapa. Ricardo Gomes lamentou o empate no fim e destacou que ainda há tempo para recuperação no Brasileiro.

“Difícil de engolir esse gol no fim. O segundo tempo foi muito abaixo, perdemos Airton, Leandro. O time caiu, tivemos dificuldades. Temos que trabalhar. Ainda tem muita para acontecer. Faltam 31 rodadas, muitos pontos a serem disputados. Estou muito confiante apesar do início complicado”, disse.

Com o empate, o Botafogo chegou aos 5 pontos, porém, não foi o suficiente para deixar a zona de rebaixamento. O comandante alvinegro lembrou que uma vitória seria um grande passo para fugir da pressão, mas, voltou a frisar que ainda é cedo para pensar de forma negativa.

“Uma vitória nos tiraria da zona do rebaixamento. Ainda tem muita para acontecer. Faltam 31 rodadas, muitos pontos a serem disputados. Estou muito confiante apesar do início complicado”, concluiu.

O Botafogo entra em campo novamente nesta quarta-feira, diante do América-MG, às 21h. O duelo será disputado no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Fonte: O Dia Online