O Botafogo decepcionou e perdeu para o Santa Cruz. O rendimento do time irritou a torcida, que vaiou o time no Estádio Nilton Santos. O técnico Ricardo Gomes reconheceu o desempenho ruim do Glorioso. A única bronca é em relação ao primeiro gol do adversário – Grafite, autor do passe para Lelê marcar, estava impedido.

“O primeiro tempo foi bem equilibrado. O Santa Cruz defendia bem, mas jogava bem também. Eles tiveram chances, nós também. No segundo tempo, começamos bem, com mais volume. O primeiro gol estava impedido. E, a partir daí, ficaram em uma situação muito mais estruturada, descansada, e nós correndo atrás do resultado. Houve desgaste, perdemos o meio de campo porque começamos a atacar bastante, mas a nossa volta não estava organizada. Fizeram o segundo gol, aí perdemos o rumo. Não vi nenhuma possibilidade de reagir. O primeiro gol começou com um erro do bandeira, estava muito impedido. E a partir daí erramos, o Santa Cruz estava muito bem e mereceu a vitória. Não tem nada para reclamar. Só esse primeiro gol”, analisou Ricardo Gomes.

O “melhor do Botafogo”, que garantiu a vaga para a Série A com antecedência, não apareceu no Nilton Santos. Uma das justificativas é o desgaste do elenco.

“Esse jogo era perigoso pela qualidade do Santa Cruz, bem estruturado e com jogadores habilidosos no meio. Teve um desgaste, viagem, na hora da reação, não tivemos aquela força que queríamos. Quando perde em casa, tem de correr ainda mais. Nesse caso, estava difícil encontrar uma solução. Faltava o melhor do Botafogo”, declarou o técnico.

Fonte: FutNet