O jovem Diego, de 20 anos, e cria da base de General Severiano, não teve um ano muito feliz no Botafogo. Sem atuar desde 21 de setembro, o lateral perdeu espaço na equipe. Desde que Jair Ventura assumiu o comando do time, o lateral direito entrou em campo apenas duas vezes.

Depois de Luiz Ricardo sofrer fratura no tornozelo, existiu a expectativa que Diego ganhasse chance, mas não foi o que aconteceu, e a diretoria foi ao mercado para contratar Alemão, então jogador do Bragantino, para ser o titular.

Outro prenúncio de que Diego pode não continuar no Botafogo em 2017 é que nem concentrado em Várzea das Moças, local de localização dos jogadores na última semana, o jogador ficou. Em contato com o Esporte Interativo, Eduardo Uram, empresário do atleta, não descartou um empréstimo, mas disse que só pode decidir algo depois que receber uma resposta do Botafogo.

“Ainda não recebi nenhuma posição do Botafogo. A princípio, o Diego segue no Botafogo. Se ele não interessar ao Botafogo, pode ter certeza que ele vai estar jogando em outro time no ano que vem”.

Diego tem contrato com o Botafogo até dezembro de 2017 e é provável que seja emprestado para adquirir maturidade e experiência, já que perdeu espaço até mesmo para Marcinho, recém-promovido aos titulares. Nesta temporada, o jovem jogador entrou em campo 16 vezes e não marcou marcou gols.

Fonte: Esporte Interativo