Sem Fellype Gabriel, Rafael Marques vira o multifuncional

Compartilhe:

Na vitória do Botafogo sobre o Fluminense por 1 a 0, domingo, na Arena Pernambuco, ficou claro que o atacante Rafael Marques passou a ter mais obrigações táticas na equipe desde a saída de Fellype Gabriel, que era um dos motorzinhos do time. Contra o Tricolor, muitas vezes o jogador marcou os laterais adversários até quase a área a área alvinegra.

A ajuda de Rafael Marques é mais voltada para o posicionamento e preenchimento de espaços. No clássico, ele conseguiu um desarme. Quando o atacante ia até a defesa para marcar, Seedorf e Lodeiro ficavam como os mais avançados do time para puxar os contra-ataques. Quando Elias entrou no segundo tempo, Rafael Marques passou a ficar ainda mais longe da área, e o estreante ficou mais centralizado à frente. Nesta formação, Seedorf ficou mais recuado.

rafael marques Botafogo x Fluminense Arena Pernambuco (Foto: Fred Huber)
Rafael Marques recua e acompanha Carlinhos na lateral esquerda do Fluminense (Foto: Fred Huber)

Na próxima rodada, domingo, contra o Grêmio, em Porto Alegre, Oswaldo de Oliveira terá que fazer uma alteração na equipe, já que Gabriel levou o terceiro amarelo e terá que cumprir suspensão. Renato e Lucas Zen são as principais opções. Se o primeiro entrar, a equipe ganha mais técnica e qualidade no passe, e se o segundo for o escolhido, o treinador mantém a força de marcação no meio de campo.

Com a vitória sobre o Flu, o Botafogo assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro com 13 pontos em seis rodadas.

rafael marques Botafogo x Fluminense Arena Pernambuco (Foto: Fred Huber)
Rafael Marques muda de lado e ajuda a vigiar o lateral-direito Bruno (Foto: Fred Huber)

 



Fonte: Globoesporte.com
Comentários