Sempre bem, Jefferson leva maior nota do ‘Globoesporte.com’

Compartilhe:

Header Botafogo (Foto: Infoesporte)

JEFFERSON – GOLEIRO
Grande atuação. Trabalhou pouco no primeiro tempo. Depois, fez cinco defesas importantes no segundo, a principal delas num chute cruzado de Jones Carioca.
Nota: 7

GILBERTO – LATERAL-DIREITO
Começou bem, apresentando-se com frequência no ataque, depois oscilou. Acabou recebendo cartão amarelo por matar uma jogada que sairia nas suas costas. Deu lugar a Edilson nos dez minutos finais.
Nota: 6

EDILSON – LATERAL-DIREITO
Buscou jogo nos minutos que esteve em campo. Teve o mérito da disposição.
Nota: 6

BOLÍVAR – ZAGUEIRO
Forçou alguns passes na saída de bola e nos lances mais agudos, esteve mal, perdendo praticamente todas no mano a mano para Rogério e Jones Carioca.
Nota: 4,5

DÓRIA – ZAGUEIRO
Mais combativo e menos afoito que o companheiro, ainda acertou um belo chute na trave.
Nota: 6,5

JULIO CESAR – LATERAL-ESQUERDO
Apertado pela marcação de Rogério e de Auremir, errou alguns passes bobos. Teve atuação discreta.
Nota: 5,5

GABRIEL – VOLANTE
Tentou rodar a bola, mas pensar o jogo não é seu forte. Esteve bem na marcação, com vários desarmes.
Nota: 6,5

RENATO – VOLANTE
Curiosamente, foi pouco notado até fazer o gol, o segundo do Botafogo. Completou bem, de cabeça, o centro de Lodeiro.
Nota: 6

LODEIRO – MEIA
Ainda não recuperou o futebol de antes da Copa das Confederações. Até se mexeu bastante, mas sofreu com os volantes adversários. Redimiu-se ao dar o passe para o gol de Renato.
Nota: 6

VITINHO – MEIA
Chamou o jogo, mas foi desarmado na maioria das jogadas individuais que tentou. Quando bateu em gol também não foi feliz. Acabou saindo no intervalo.
Nota: 5,5

ELIAS – ATACANTE
Entrou no intervalo em lugar de Vitinho e só precisou de quatro minutos para abrir o placar, em seu primeiro gol pelo Botafogo. Depois, mostrou presença, mas perdeu uma boa chance de cabeça.
Nota: 6,5

SEEDORF – MEIA
Chamou atenção ao combater um contra-ataque do Náutico, em que deixou a bola limpa para Jefferson. Criou menos jogadas que de costume. Na melhor delas, pôs a bola na cabeça de Elias, que testou para fora.
Nota: 6

LUCAS ZEN – VOLANTE
Entrou já no final na vaga de Seedorf.
Nota: Sem nota.

RAFAEL MARQUES – ATACANTE
Cercado pela marcação, saiu da área em busca da bola. Errou mais que acertou, mas teve o mérito de criar a jogada do gol de Elias.
Nota: 6

Header NAUTICO (Foto: Infoesporte)

RICARDO BERNA – GOLEIRO
Acabou trabalhando pouco, apesar de o Botafogo ter toda a iniciativa do jogo. Sem culpa nos gols.
Nota: 6

AUREMIR – LATERAL-DIREITO
Teve trabalho com as investidas de Vitinho e Júlio César por seu setor, mas deu conta do recado. Nulo ofensivamente. Passou a jogar como volante na metade do segundo tempo.
Nota: 5,5

JEAN ROLT – ZAGUEIRO
Esteve bem enquanto o Náutico uniu-se inteiro na marcação. Depois, deu espaço aos homens de frente do Botafogo e ficou olhando Renato cabecear no lance do segundo gol.
Nota: 4,5

WILLIAM ALVES – ZAGUEIRO
Afobado, rebateu mal algumas bolas e ainda falhou no lance do gol de Elias, permitindo que o atacante escapasse livre e chutasse cruzado.
Nota: 4,5

ELTINHO – LATERAL-ESQUERDO
Arriscou o único chute perigoso do Náutico na primeira etapa. Permitiu que Rafael Marques criasse a jogada do primeiro gol botafoguense. O cruzamento para o segundo gol também saiu do seu setor.
Nota: 5

ELICARLOS – VOLANTE
Bastante combativo. Ficou plantado à frente da defesa. Cumpriu sua função de forma burocrática, mas relativamente eficiente. Saiu mais por cansaço.
Nota: 6

MARANHÃO – LATERAL-DIREITO
Entrou no segundo tempo, quando o time já perdia. Bastante discreto.
Nota: 5,5

RODRIGO SOUTO – VOLANTE
Teve méritos na marcação dos meias alvinegros. Saiu quando o Náutico precisava atacar mais.
Nota: 6

HUGO – ATACANTE
Viu seu time ser dominado nos 17 minutos em que atuou e não produziu jogadas importantes.
Nota: 5,5

DERLEY – VOLANTE
Melhorou em relação às partidas em que viu-se obrigado a armar. Compôs bem o setor de marcação.
Nota: 6

MARCOS VINICIUS – MEIA
Ajudou na marcação, mas errou os passes que poderiam gerar bons contra-ataques para o Náutico. Foi bem substituído.
Nota: 4,5

OLIVERA – ATACANTE
Entrou em lugar de Marcos Vinícius, mas também passou quase despercebido.
Nota: 5,5

ROGÉRIO – ATACANTE
Seu empenho principal foi marcar as subidas do lateral Júlio César. Como atacante, apareceu só no segundo tempo e deu trabalho a Bolívar.
Nota: 6

JONES CARIOCA – ATACANTE
Foi bem em lances isolados pela esquerda. Quase marcou num chute cruzado.
Nota: 6



Fonte: Globoesporte.com
Comentários