O Botafogo se reencontrou com as vitórias no Campeonato Brasileiro após três rodadas, e foi logo em um clássico! Contra o Fluminense, quarta-feira (12), a equipe comandada por Jair Ventura venceu por 1 a 0 graças ao gol anotado por Roger.

E ainda que o tento tenha vindo recheado de falhas defensivas do rival, após escanteio batido por João Paulo, o Glorioso fez a sua melhor partida no Campeonato Brasileiro.

A análise é pautada nos seguintes aspectos: resultado + chances criadas + desempenho defensivo + dificuldade da partida.

O Botafogo ganhou, criou um bom número de jogadas perigosas, não levou gol e freou um ímpeto massivo do adversário. Ah, e a partida era um clássico.

Apenas contra o Avaí, na 10ª rodada, o Botafogo criou mais chances de gol em relação ao encontro diante do rival Tricolor [23 a 12]. No entanto, naquela oportunidade o volume ofensivo parou nas defesas do goleiro Douglas e o Alvinegro sofreu uma surpreendente derrota por 2 a 0 dentro de casa.

Matheus Fernandes – com 6 bolas roubadas – e Igor Rabello, que afastou o perigo da área mais vezes do que qualquer outro jogador em campo [10 vezes] foram os grandes destaques defensivos (dois atletas revelados pela base alvinegra, vale salientar).

E se teve a sua trave carimbada pelos tricolores uma vez, respondeu ao acertar o poste do rival em duas ocasiões – além de obrigar o goleiro Julio César a fazer talvez a sua melhor partida pelo Fluminense, com quatro boas defesas.

Marcos Vinícius, que ganhou sua primeira chance como titular, fez excelente parceria com João Paulo e levou perigo com 5 arremates [mais do que qualquer jogador em campo], acertando dois. E Roger, muitas vezes criticado por parte da torcida, foi decisivo ao aproveitar a sua melhor chance no erro do adversário.

Após o jogo Jair Ventura falou sobre a alegria de vencer pela primeira vez dentro do Maracanã, com certeza deve estar orgulhoso da exibição de sua equipe. Não à toa, classificou o resultado como “vitória maiúscula”.

Fonte: Goal.com