O Botafogo foi eliminado do Campeonato Carioca com duas rodadas de antecedência e escancarou a fragilidade de seu elenco, após os reservas fracassarem dentro de campo. E alguns jogadores estiveram bem abaixo do esperado, enquanto outros não mexeram em seus status junto à comissão técnica. Porém, pouquíssimos se salvaram em todo o caos vivido pelo Alvinegro no estadual.

O UOL Esporte separou os principais destaques e criou uma lista. Quem fracassou? Quem permaneceu na mesma? E quem se salvou? Tire suas dúvidas abaixo.

QUEM FRACASSOU?

  • Renato

Iniciou a temporada sabendo que teria a última chance de convencer a diretoria do Botafogo que ainda poderia seguir no clube após o fim do seu contrato, em junho. Porém, o camisa 8 foi a principal decepção e liderou o fracasso do Alvinegro no Carioca. Nem mesmo a faixa de capitão ajudou e ele deverá mesmo deixar General Severiano no meio do ano.

  • Renan

O fracasso do Botafogo no Carioca serviu também para quebrar uma premissa que há muito tempo era escutada no clube. “Quando Jefferson foi convocado, Renan dará conta do recado”. Não deu. O reserva falhou em alguns gols que decidiram derrotas do Alvinegro e foi barrado pelo técnico Eduardo Hungaro. Helton Leite recebeu a oportunidade e agradou.

  • Daniel

Após revelar Vitinho, a base do Botafogo foi colocada em destaque. E em 2014, a principal aposta era Daniel, que, antes mesmo do Carioca começar, renovou seu contrato até junho de 2017 e colocou uma multa rescisória de R$ 64 milhões. Mas ele passou da esperança às vaias em seus primeiros jogos como profissional e tentará reverter quadro no restante do ano.

  • Dankler

Chegou ao Botafogo com a dura missão de substituir Dória ou Bolívar à altura caso necessário. E ele até conseguiu fazer isso na temporada passada. Porém, a tranquilidade que ele havia conquistado da torcida não é a mesma após suas atuações no Campeonato Carioca. Ele teve atuações nervosas e cometeu erros de posicionamento que causaram preocupação.

FICOU NA MESMA

  • Lucas

A temporada 2013 não foi nada boa para Lucas, que sofreu grave lesão no tornozelo e viu Edílson roubar sua vaga no time titular. Na reta final do ano passado ele voltou a jogar e prometeu brigar pela posição em 2014. O Carioca seria uma boa oportunidade para ele mostrar serviço, mas não teve grande destaque. Pelo menos até o momento.

  • Gegê

Ao lado de Daniel, ele era uma das apostas do técnico Eduardo Hungaro e foi titular do Botafogo durante a maioria dos jogos da equipe no estadual. Gegê não foi mal, mas também não agradou como esperado.  Com algumas atuações na média, o apoiador se mantem na equipe, enquanto Daniel amarga o banco de reservas após chegada de Zeballos.

  • Júnior Cesar

Lima foi muito mal nas chances que teve e, por isso, foi emprestado para o Goiás. Assim, o Botafogo trouxe Júnior César, que estava sem espaço no Atlético-MG. E o jogador mostrou que pode ser uma peça útil para o técnico Eduardo Hungaro ao longo da temporada. Até o momento, porém, ainda não mostrou o suficiente para barrar Julio Cesar, absoluto no time.

QUEM SE SALVOU?

  • Henrique

Foi quem mais aproveitou a disputa do Campeonato Carioca. Ele não só conseguiu marcar seu primeiro gol pelo Botafogo na competição, como ganhou a confiança que precisava para virar arma no clube. Mesmo na reserva de Tanque Ferreyra, ele tem entrado até mesmo em partidas da Libertadores. Não à toa, ele é o artilheiro da equipe com cinco gols.

  • Bolatti

Chegou ao Botafogo com status de titular, mas logo a estreia da Libertadores sofreu uma lesão no pé direito e perdeu espaço. Assim, passou a ser utilizado no Carioca e foi um dos poucos que conseguiu se salvar do fracasso da equipe no estadual. O argentino mostra que poderá ser uma importante peça para o futuro do Alvinegro.

  • Helton Leite

Contratado para ser o terceiro goleiro, ele surpreendeu e mostrou ser ambicioso. Helton Leite aproveitou a brecha dada por Renan e se firmou. Muito por conta de sua atuação diante do Fluminense, quando até pênalti de Fred defendeu. Após brilhar, manteve o nível de boas apresentações e se firmou na reserva de Jefferson.

Fonte: UOL