O Botafogo não revelou grandes jogadores neste século. Contudo, os melhores nomes vieram na década que começou e 2011. Alguns jogaram na Europa.

Veja os escolhidos:

Caio (2010)

Surgiu no Botafogo como grande jogador. Era esperança do ataque do clube, não como “fazedor” de gols, mas como um rápido e eficiente segundo atacante. Contudo, após dois anos, perdeu espaço no clube e foi emprestrado ao Figueirense. Bem no clube catarinense, foi vendido ao Internacional. Sem espaço na equipe, acabou emprestado para Vitória e agora Al Wasl-EAU. Ganhou um Carioca pelo Fogão.

Caio
Caio | Crédito: Renato Pizzutto

Gabriel (2012)

Volante de muita raça e oportunismo, surgiu no Botafogo em 2012. Mesmo rebaixado com o clube, em 2014 foi o jogador com mais desarmes no torneio. Foi campeão carioca em 2013 e, após o rebaixamento de 2014, saiu para o Palmeiras, onde joga atualmente.

Gabriel
Gabriel | Crédito: Bruno Lima/Flickr do Botafogo

Dória (2012)

O zagueiro talvez seja a grande revelação do clube neste século. Com passagens nas seleções de base, o zagueiro, ainda bem jovem, estreou no time profissional do Botafogo. Jogou no clube de 2012 a 2014 e foi campeão carioca. Com destaque, por ser zagueiro promissor, foi vendido ao Olympique de Marselha, da França. Contudo, jogando no time B da equipe, acabou voltando para o Brasil, para defender o São Paulo. Ainda como jogador do Botafogo, atuou quatro minutos pela seleção brasileira, em amistoso contra a Bolívia.

Dória
Dória | Crédito: Flickr do Botafogo

Jadson (2012)

Volante surgiu como grande revelação do Botafogo em 2012. Com passagem pelas seleções de base, foi outro campeão carioca com o clube em 2013. Seu bom futebol o fez ser vendido à Udinese, da Itália. Neste ano, voltou ao Brasil, para defender o Atlético-PR, por empréstimo.

Jadson
Jadson | Crédito: Flickr do Botafogo

Vitinho (2013)

Atacante rápido e oportunista, surgiu no Botafogo em 2013. Estreou no Carioca, foi campeão e naquele ano, após atuações ótimas no Brasileiro, acabou vendido para o CSKA, da Rússia.  Contudo, jogando como reserva na Europa, voltou este ano ao Brasil, para defender o Internacional. Passou pelas seleções de base do Brasil.

Vitinho
Vitinho | Crédito: Flickr do Botafogo
Fonte: Placar