Há dez anos atrás o Botafogo sagrava-se campeão carioca, encerrando um jejum que vinha desde 1997. No total foram 15 jogos, com oito vitórias, quatro empates e três derrotas; 32 gols pró e 21 gols contra.

Na campanha para o título, com as conquistas das taças Guanabara e Rio, os resultados
foram os seguintes:

Taça Guanabara – 3 x 0 Friburguense, 2 x 1 Madureira, 5 x 3 Vasco, 2 x 3 Volta Redonda, 0 x 2 America, 2 x 1 Americano e 3 x 1 America.

Taça Rio – 1 x 1 Nova Iguaçu, 2 x 3 Flamengo, 1 x 1 Cabofriense, 2 x 2 Americano, 2 x 2 Fluminense, 2 x 0 Portuguesa, 2 x 0 Madureira e 3 x 1 Madureira.

Os campeões e suas situações atuais:

Rafael Felipe Scheidt (Scheidt) – ex-jogador;

Fabiano Godoy Barrozo (Bill) – sem clube;

Thiago Xavier Rodrigues Corrêa (Thiago Xavier) – Troyes/FRA;

José Roberto de Oliveira (Zé Roberto) – Botafogo/SP;

Reinaldo de Souza (Reinaldo) – Oeste;

Rodrigo Oliveira de Bittencourt (Diguinho) – Vasco;

Lúcio Flávio dos Santos (Lúcio Flávio) – ABC;

Gláuber Rodrigues da Silva (Glauber) – Volta Redonda;

Ricardo Lucas Figueredo Monte Raso (Dodô) – ex-jogador;

Dorismar Felipe de Souza (Neném) – ex-jogador;

Rafael Marques Pinto (Rafael Marques) – Coritiba;

Marcelo Henrique de Aguiar Quarterole (Marcelinho) – sem clube;

Joílson Rodrigues Macedo (Joílson) – Tombense;

Maxlei dos Santos Luzia (Max) – Gama;

Ruy Bueno Neto (Ruy) – ex-jogador;

Christiano Luiz Rodrigues (Asprilla) – sem clube;

Felipe Barreto Adão (Felipe Adão) – Mixto;

Carlos Eduardo Soares (Ataliba) – sem clube;

Renivaldo Pereira de Jesus (Pena) – ex-jogador;

Júnior César Eduardo Machado – sem clube;.

Lirodiou Gonçalves (Lira) – sem clube;

Christian Corrêa Dionísio (Christian) – encerrou a carreira;

Felipe Patavino Saad (Felipe Saad) – Caen/FRA;

Anselmo Vendrechovski Júnior (Juninho) – Tigres/MEX.

Fonte: FutNet