Dia 13 de outubro de 2013 é uma data difícil de esquecer para Gegê. Então com 19 anos, ele roubou a cena no Maracanã. É verdade que Seedorf estava em campo, mas foi a promessa que conduziu a virada de 2 a 1 sobre o Flamengo. Com um gol e uma assistência para Rafael Marques, Gegê foi decisivo na vitória que quebrou o jejum de 13 anos em clássicos pelo Brasileiro.

Três anos mais velho, Gegê tem a oportunidade de escrever mais um importante capítulo no Maracanã. E com o desafio de derrubar outro tabu na decisão do título carioca, contra o Vasco. Sem vencer o rival desde agosto de 2013 — ou sete partidas —, o Alvinegro, engasgado com o vice na decisão de 2015, encara com seriedade a chance do troco.

“Muitos desacreditavam do Botafogo, mas não nós. Nunca duvidamos da nossa capacidade e mostramos isso ao longo do Carioca. Contra o próprio Vasco, tivemos boas atuações. O Botafogo chegou à final e tem total condição de ser campeão”, disse Gegê.

FUTURO INCERTO

Se em 2013 o Alvinegro tinha Seedorf como principal astro, o coletivo é o diferencial do trabalho de Ricardo Gomes. Apesar da conquista da Série B do Brasileiro do ano passado, a equipe sofreu uma considerável reformulação com a saída de 19 jogadores.

No processo de remontagem, Gegê recuperou a confiança do treinador, mas continua com o destino em aberto. Seu contrato expira no dia seguinte à segunda partida da final. Livre para assinar um pré-contrato com qualquer clube, ele mantém o foco no esperado reencontro com o Maracanã.

“Tenho boas lembranças. Em 2013, ajudei o Botafogo. Com direito a um passe do Seedorf, fiz um gol e acertei o passe para outro. Já tenho história para contar, mas quero mais. São partidas como essa que busco inspiração para evoluir”, disse Gegê.

Airton pode ser a surpresa

Recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, Airton voltou a treinar com bola e aumentou a chance de ser aproveitado na decisão contra o Vasco. Preparado com cuidado para o segundo e decisivo clássico, o volante pode antecipar a volta. O técnico Ricardo Gomes manteve o mistério ao incluir Airton nos planos, mas admitiu que Fernandes e Leandrinho, em melhor forma física, são opções. Carli, suspenso, e Emerson, machucado, são as baixas.

Fonte: O Dia Online