Botafogo e Athletico-PR se encaram hoje (11), no Nilton Santos, às 16h, tendo como pano de fundo um reencontro à beira do gramado e a necessidade de vitória para comprovar que as apostas das respectivas diretorias para o comando dos times valeu a pena.

Em novembro de 2017, pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes, no mesmo Nilton Santos, as equipes Sub-23 do Alvinegro e do Furacão se enfrentaram. De um lado, o técnico Eduardo Barroca, do outro, Tiago Nunes. Na ocasião, a equipe da casa saiu vitoriosa por 2 a 1, de virada, com gols de Rickson e Pachu – Demethryus havia balançado a rede para os paranaenses.

Quase dois anos depois, Barroca, pelo mesmo Botafogo, e Nunes, pelo mesmo Athletico-PR, se reencontram. Desta vez, em um duelo no Campeonato Brasileiro profissional e com as equipes coladas na tabela. O Furacão está na oitava colocação, com 19 pontos, enquanto o alvinegro está em 10º, com a mesma pontuação.

Depois do sucesso nas categorias de base, tendo sido campeão do Brasileiro Sub-20, e após passagem pela base do Corinthians, Barroca chegou ao profissional do Botafogo em abril deste ano, para substituir Zé Ricardo.

Já Tiago Nunes, que também se destacou pelos resultados conquistados na base, assumiu o profissional do Athletico-PR em junho do ano passado, de forma interina, para a vaga de Fernando Diniz. Acabou campeão da Copa Sul-Americana e, em janeiro, foi efetivado, assinando acordo de um ano.

Hoje, os treinadores têm nova chance de mostrar que “santo de casa” pode, sim, “fazer milagre” e trazer resultados.

Fonte: UOL