Apesar de todas as dificuldades, o Botafogo mostrou força e conquistou na última quarta-feira o título da Taça Guanabara. De maneira inesperada, o Alvinegro superou o Flamengo, considerado o grande favorito à conquista. Avisado de que não teria o troféu nesta quarta-feira, a diretoria de General Severiano levou a taça da competição de 2010 para o estádio, que garantiu a festa dos jogadores com a torcida.

Torcida essa que não compareceu ao estádio como se o jogo valesse o troféu do primeiro turno- apenas 3.020 botafoguenses foram ao Engenhão. Vale lembrar que a partida foi disputada ás 22h, assim como todos os jogos da última rodada. Além disso, o Alvinegro tinha pouca chance de ser campeão, já que o Flamengo dependia de um triunfo sobre o Nova Iguaçu para faturar.

Se a conquista do título não foi das mais animadas, o Botafogo tem um motivo extracampo para comemorar. O título da Taça Guanabara rendeu a premiação de R$ 1 milhão para o Alvinegro, que atravessa grave crise financeira e via com bons olhos a possibilidade de embolsar a quantia.

“Estou muito feliz com a primeira conquista em meu estado e agradeço ao Botafogo pela oportunidade. Os dirigentes me deram toda a tranquilidade para trabalhar. Os jogadores se empenharam desde o início e também tivemos sorte”, disse o técnico René Simões.

Os jogadores, por outro lado, não quiserem nem saber se a taça era velha ou se poucos torcedores estavam no Engenhão. A festa foi grande. Isso só foi possível após agoniantes minutos em que acompanharam o fim do jogo do Flamengo pelo celular da repórter Janaína Xavier, do SporTV. Thiago Carleto era um dos mais empolgados e chegou a comparar a Taça Guanabara com a liga dos Campeões, principal torneio da Europa.

“Sabemos que não ganhamos nada. Mas tudo que foi passado desde o primeiro dia, um bando de desconhecidos, desconfiança de todos… O total não foi cumprido, mas metade sim. Jogadores com vontade, garra e qualidade técnica hoje chegaram ao objetivo. Queremos mais. O grupo trabalha muito, é dar mérito ao René e à comissão técnica. Pelo trabalho, é como se fosse uma Liga dos Campeões”, afirmou.

Após o título, o Botafogo já volta a campo neste fim de semana, quando dará início às semifinais contra o Fluminense. Serão dois jogos e o Alvinegro terá a vantagem de dois empates para avançar à final.

Fonte: UOL