Agredido por torcedores do Botafogo ao ser confundido com um rubro-negro no clássico da última quinta-feira contra o Flamengo, o taxista Sérgio Cavalcanti retornou ao Estádio Nilton Santos nesta segunda-feira e, ao lado da família, assistiu à vitória alvinegra diante do Avaí por 2 a 0.

Sérgio ganhou uma camisa oficial, produtos do clube e uma carteirinha de sócio, além de ter participado do matchday – ação destinada aos sócios. O torcedor teve seu tratamento dentário custeado com a ajuda do meia Leo Valencia, que falou sobre o assunto após a partida.

– Teve muita gente que o ajudou, o doutor, por exemplo… Fiz de coração, não foi para sair na imprensa, nada disso. Ele falou que não vai mudar de time, que vai continuar sendo Botafogo, temos que dar a mão a quem precisa. Fiquei feliz por ele, ganhamos um parceiro, fico feliz de que ele esteja melhor – disse Valencia na zona mista.

Fonte: Redação FogãoNET