Túlio valoriza ‘elenco forte’ do Botafogo e crê que CBF permitirá mais reforços

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Novo gerente de futebol do Botafogo, Túlio Lustosa chegou com um elenco sob desconfiança pelos maus resultados no Campeonato Brasileiro, mas tratou de dar moral ao grupo. Em três jogos, o time reagiu e conquistou sete pontos. Para o ex-volante, o clube tem condições de fazer boa campanha.

– Nosso elenco o torcedor sabe que é um elenco forte. Temos jogado talvez os últimos dez jogos, com exceção do jogo do Bahia, todos foram em pé de igualdade com os adversários, que têm elencos mais “qualificados”, folhas três, quatro vezes maiores que a nossa, e nós conseguimos jogar de igual pra igual. Isso acho que mostra que talvez pelo excesso de empates que tivemos, a autoestima dos nossos atletas deu uma abaixada e aí vem dificuldade pra ter um nível melhor de atuação – explicou Túlio, ao site “GE”.

Mochilas, bolsas e carteiras da coleção FogãoNET da Estilo Piti

Apesar de confiar no elenco, Túlio Lustosa projeta mais reforços. Além de Kelvin e Éber Bessa terem sido contratados, ele busca Ronald, do Botafogo-SP, e torce para a CBF aumentar o limite de inscrições e de trocas na listagem no Campeonato Brasileiro. Atualmente, podem ser inscritos 40 atletas, mas há possibilidade de ampliação para 50. O clube só pode incluir mais um, por ora.

– Claro que temos que trazer um ou outro jogador, temos aí um problema que é da inscrição, estamos aguardando a CBF se pronunciar se vai acatar os pedidos dos clubes de aumentar o número de inscritos no campeonato até devido a pandemia. Eu acho que vai ser acatado, porque é o melhor para o futebol. A gente aumentou o número de substituições, o número de lesões nos clubes aumentou pelo tempo parado, então acho que é o mais prudente acatar isso – disse Túlio.

Outro fator que deixa Túlio Lustosa otimista é a qualidade da comissão técnica do Botafogo.

– Me deparei com uma equipe de trabalho muito melhor que na minha época. Hoje o Botafogo tem excelentes profissionais, que dão condição para os atletas atuarem no mais alto nível possível. As outras dificuldades já foram conversadas, todo mundo que vem para o Botafogo sabe que pode enfrentar algum tipo dificuldade uma hora ou outra e isso jamais vai poder ser vir de muleta para o atleta ter baixo rendimento. O material humano é muito mais importante que qualquer folha salarial. Temos profissionais aqui dentro do mais alto gabarito, compatível com qualquer outra equipe grande do futebol brasileiro – finalizou.

Veja como foi a live pós-jogo do FogãoNET de Sport 1 x 2 Botafogo:

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas