Novo gerente de futebol do Botafogo, Valdir Espinosa, treinador que tirou o clube de uma fila de 21 anos sem títulos, recorreu a uma passagem bíblica para ilustrar os desafios alvinegros em 2020.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo

O gaúcho demonstrou muito otimismo com a nova realidade do Bota, que passa por uma transição para se consolidar como empresa, mas foi transparente ao afirmar que o momento pede coragem para encarar os rivais.

“Eu não sei a religião das pessoas, mas tenho certeza que todo mundo conhece Davi contra Golias Quem dizia que Davi ia matar Golias? Ele não teve medo. É isso que não podemos ter: medo. As dificuldades não vão desaparecer de uma hora para outra, mas temos de ter mais disposição, mais vontade”, disse ele.

Na Bíblia, o filisteu Golias era um gigante. Em uma batalha, teve contra ele o “pequeno” israelita Davi. Munido de uma pedra, Davi exterminou o “invencível” oponente. Para Espinosa, uma analogia entre Botafogo e o Flamengo, atual bicho-papão do futebol brasileiro:

“Temos de jogar essa pedra e que seja a pedra que faça de você um campeão. O Flamengo está no patamar de Golias. Não podemos temer., vamos enfrentar. Esse é o futebol. Dinheiro ajuda mas não é tudo”.

Sem grana no bolso, o profissional recorre aos feitos alvinegros para demonstrar que é possível enfrentar os desafios que virão em 2020. Ele recorda de títulos marcantes para colocar o Botafogo no páreo, ainda que o momento seja dos mais desafiadores.

“Em 1989 e em 1995 ninguém dizia que o Botafogo seria campeão. O que aconteceu? Botafogo campeão. São esses exemplos que temos de trazer. No papel não está entre os primeiros? Não tem problema, vamos brigar para ser”, completou.

Em meio aos movimentos do mercado da bola em General Severiano, Rodrigo Pimpão e Valencia já foram. Diego Souza e Cícero estão em vias de acertar suas rescisões, assim como Joel Carli. O atacante Felipe Vizeu é alvo e conversa com os alvinegros.

O clube já acertou as contratações dos atacantes Pedro Raul e Alex Lecaros, do zagueiro Ruan Renato, do volante Thiaguinho e do lateral Guilherme Santos.

“Importante é não cometermos loucuras. A equipe vai saber a camisa que está vestindo. O primeiro objetivo é trazer o torcedor para o nosso lado. São jogadores de qualidade e estão dentro daquilo que o Alberto Valentim imagina”, acrescentou.

Vendido pelo Fla para os italianos, Vizeu não aprovou na Itália e foi emprestado ao Grêmio. No Tricolor gaúcho, não correspondeu e foi atrapalhado por uma cirurgia no joelho.

Fonte: UOL