Alberto Valentim já tem sua cabeça como pretende utilizar Honda no Botafogo. Em participação no programa “Seleção SporTV”, o treinador revelou que a ideia é usar o craque japonês mais centralizada, com o lado sendo opção. Isso se encaixa na forma de jogo que ele pensa ser a ideal.

— Nós temos jogadores de velocidade, Luis Henrique e Luiz Fernando. A ideia é ser um Botafogo de mais velocidade. O Pedro Raul, apesar da altura, também surpreende por ser rápido. A tendência é que ele (Honda) venha fazer parte mais por dentro ou de beirada também. Quando ele tiver com a gente nós vamos definir. Preciso obedecer muito as características do jogador — disse Valentim, que acredita no sucesso do craque.

— Ano passado, se não me engano, ficou de maio a novembro sem jogar. E jogou quatro partidas somente. Três como titular. Ele vai precisar se adaptar. Isso é inegável. Vamos precisar ter um pouco de paciência. Um dia, o Ricardo Rotenberg nos disse que havia uma possibilidade de trazê-lo. Nós aprovamos. O marketing também vai ser importante para o Clube. Nós queremos o Nilton Santos lotado – afirmou.

Apesar da preocupação com a rápida adaptação de Honda, Alberto Valentim não vê no idioma uma barreira.

— Dentro de campo, eu e Bruno Lazaroni vamos fazer essa parte com os jogadores. Vamos pedir em português para os jogadores e depois, em inglês e italiano, para o Honda. Mas ele vai pegar rápido. É importante que ele faça o esforço de entender ao máximo, porque é importante para adaptação.

– Pretendo conversar com ele, com certeza. Ainda não conversei. Eu não falo inglês, o Bruno (Lazaroni) e o Fernando Miranda falam, mas eu vou conversar com ele em italiano, vai ficar fácil essa comunicação. É um jogador de meio-campo, que não terá problema em relação à idade. Vai ter um processo de adaptação ao Brasil, clima, tudo isso está no pacote. Estamos todos o esperando de braços abertos. É uma contratação importante – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV