Vasco e Botafogo, a exemplo do ano passado, vão fazer novamente a final do Campeonato Carioca, disputada em dois jogos, nos dias 1º e 8 de maio, no Maracanã. Na decisão, ao contrário da semifinal, não há vantagem do empate para o time de melhor campanha. Mesmo assim, a vitória convincente sobre o Flamengo ontem, por 2 a 0, em Manaus, deixou o elenco vascaíno confiante no bicampeonato estadual.

Para o meia Andrezinho, que chegou ao Vasco no Brasileiro de 2015 e se consolidou como um dos pilares do time, a vitória no clássico confirma a ascensão sob o comando de Jorginho.

— A rivalidade é muito grande, e o grupo se acostumou aos grandes jogos. Com essa união, temos tudo para chegar longe. Você precisa de títulos para ficar marcado no Vasco. Mas a nossa história de reconstrução com um time que foi rebaixado é muito legal — vibrou o meia.

Quem não perdeu a oportunidade de celebrar o resultado, e cheio de ironia, foi Eurico Miranda. O presidente do Vasco alfinetou o Flamengo, dizendo que tenta perder para o rival, mas não consegue.

FINAL INÉDITA PARA GAROTOS DO BOTAFOGO

O Botafogo, a exemplo do Vasco, também passou de time desacreditado por muitos a candidato ao título carioca. Será a primeira decisão para muitos dos garotos do elenco, como o atacante Ribamar, de 18 anos. Em seu primeiro ano nos profissionais, ele soma três gols, todos marcados em jogos contra o Fluminense, como na vitória de ontem por 1 a 0, em Volta Redonda.

— As chances aparecem para mim contra o Fluminense e tenho sido muito feliz. Sabíamos que eles tinham a vantagem do empate e fomos para cima, buscando o gol — avaliou Ribamar.

O técnico Ricardo Gomes foi só elogios ao jovem centroavante do Botafogo:

— Ribamar tem uma força que incomoda os zagueiros. O jogo aéreo não é seu ponto forte, mas fez o gol dessa forma. É interessante ver um jogador de 18 anos… o que ele evoluiu desde janeiro é impressionante — atestou o treinador.

Fonte: O Globo Online