Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC

ABC

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda

VRE

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo

BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa

POR

Vitória sobre o Goiás alivia clima no Botafogo para duelo diante do Grêmio

comentários

Compartilhe

A vitória sobre o Goiás tirou um peso das costas de Vagner Mancini. Durante o jejum de cinco jogos, ele sofreu com os desfalques e a escassez de peças de reposição. A nuvem negra passou e, agora, já é possível avistar o horizonte, longe da zona de rebaixamento do Brasileiro. Para a difícil partida de amanhã, contra o Grêmio, ele terá, após longo período, todos os jogadores à disposição, exceto Jobson, que segue preservado enquanto os detalhes de sua volta da Arábia não são esclarecidos.

O sorriso de alívio é também de esperança. Com a equipe completa e atletas de confiança no banco de reservas, o comandante tem certeza que o Botafogo encara qualquer adversário de igual para igual.

“Estou muito feliz de ter muita gente voltando, então vamos ter mais a nossa cara. Teremos um banco melhor, em que podemos mudar uma situação de jogo. Está difícil para escalar o time e banco de reservas, mas isso é bom. Ruim é quando você não tem opções. Teremos cara de um time que pode vencer não só o Grêmio, mas outras equipes jogando no Maracanã”, afirmou o técnico alvinegro.

Rogério volta de suspensão e Bolatti, que treinou ontem após se recuperar de dores no pé direito, também deverá ficar à disposição. Em princípio, os dois ficarão no banco de reservas, porém, Mancini ainda pensa se promove ou não a entrada do primeiro no lugar de Wallyson.

Depois de muito tempo, o treinador poderá repetir os 11 jogadores que começaram a partida anterior. Panorama totalmente diferente das semanas anteriores, nas quais teve cinco jogadores expulsos em seis jogos, fora os suspensos por três amarelos.

Jobson e Airton preocupam

O Botafogo terá que esperar o desenrolar da conturbada saída de Jobson do Al Ittihad para pode escalá-lo. O clube recebeu comunicado da CBF pouco antes da vitória sobre o Goiás alegando que ele havia se recusado a fazer exame antidoping e, por isso, teria sido suspenso até 2022 pela Federação Saudita.

Os advogados de Jobson dizem que houve represália porque Jobson acionou a Fifa para receber salários atrasados.

Airton é outro problema para o jurídico do Botafogo. O STJD o acusou de se recusar a fazer antidoping contra o São Paulo, jogo em que foi expulso. O julgamento acontecerá no dia 1º de outubro. O volante pode pegar um gancho de dois anos.

Comentários