Depois de quatro vitórias seguidas, o Avaí subiu do 17ª lugar para o quinto na 11ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro de 2004. A boa sequência, porém, teve fim nas semanas seguintes e quatro rodadas depois o time de Santa Catarina resolveu demitir o treinador Marcos Paquetá. A despedida foi uma derrota para o Caxias-RS de Mano Menezes, por 1 a 0, na Ressacada, em 27 de julho de 2004. O jogo foi também o último de Paquetá dirigindo um time brasileiro esta quarta, 14 anos depois, quando vai comandar o Botafogo contra o Corinthians, às 21h45, no Itaquerão.

De Florianópolis, Marcos Paquetá foi para a Arábia Saudita e depois passou por Qatar, Líbia, Emirados Árabes, Egito, Iraque e, por último, Índia no período que esteve fora. O tempo longe do país não assusta o treinador.

— Cada lugar tem a sua peculiaridade, mas o conceito geral do futebol é preservado. Além disso, em qualquer lugar do mundo é fácil ter informações. Sempre acompanhei o futebol brasileiro e não me vejo distante da realidade daqui— comentou o treinador ontem, antes de embarcar para São Paulo.

Querendo aproveitar o trabalho feito no primeiro semestre, Paquetá vai usar a base da equipe que vinha jogando antes da parada para a Copa do Mundo. As principais novidades são os laterais: Luis Ricardo e Gilson serão titulares. Marcinho está se recuperando de uma virose e Moisés não pode entrar em campo porque pertence ao Corinthians, mesma situação de Yago e Jean, que também ficam de fora.

—Vamos tentar manter o padrão da equipe. Cada jogador volta diferente da parada. Uns voltam bem, outros precisam de mais tempo. Estamos buscando uma formação com equilíbrio em todos setores— comentou Paquetá, que ainda tem Gatito Fernandez e o Marcos Vinícius, na lista de desfalques.

Corinthians reforçado

Em décimo lugar no Brasileiro, exatamente um ponto e uma posição atrás do Botafogo, o Corinthians vê o jogo contra o Alvinegro carioca como um confronto direto entre equipes que não veem a hora de chegar na parte de cima da tabela. Sabendo da importância de uma vitória, o técnico Osmar Loss terá reforços e dois jogadores que disputaram a Copa do Mundo à sua disposição.

Após o período com a seleção brasileira, Cássio Fágner estão confirmados no time titular, o lateral esquerdo Danilo Avelar vai fazer sua estreia. Emprestado pelo Torino, da Itália, o jogador só foi regularizado ontem, mas já vai para o campo.

Outro reforço corintiano, o atacante Jhonatas, emprestado pelo Hannover, da Alemanha, vem se destacando nos treinos, mas vai começar no banco de reservas. O ex-botafoguense Roger será o centroavante corintiano.

– Jonathas está relacionado. Ele necessita de uma melhor aquisição na parte física e técnica, pois está mais tempo parado do que os outros jogadores. Mas tem característica diferente, até pelo biotipo. Vai inspirar cuidados, abrir espaços para quem vem de trás – analisou Loss, que terá três desfalques: Ralf, Clayson e Mantuan.

Os experientes Jadson e Danilo foram relacionados por Loss, mas começam o jogo no banco de reservas.

Fonte: Extra Online