Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Wilson Goiano conta como sua contratação foi ‘chapéu’ no Flamengo: ‘Eu tinha que fazer história no Botafogo’

0 comentários

Compartilhe

Wilson Goiano, campeão brasileiro pelo Botafogo, chegou a treinar no Flamengo
Reprodução

Um dos grandes laterais-direitos da história do Botafogo, marcado pelo título brasileiro de 1995, Wilson Goiano quase não foi jogador do clube. Em 1994, antes de acertar com o Glorioso, ele chegou a treinar no Flamengo, mas o então presidente alvinegro Carlos Augusto Montenegro deu um ‘chapéu’ no rival.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

A história foi contada pelo próprio Wilson Goiano, em entrevista dada do jornalista Fabiano Bandeira.

– Em 94 o Flamengo foi e me contratou do Goiás, cheguei no Santos Dumont, Rodrigo Paiva (assessor) foi me receber. Foi numa banca de revistas, o rosinha (Jornal dos Sports) deu a notícia “Flamengo desesperado contrata lateral desconhecido”. Falei caramba, rapaz, sou cinco vezes campeão goiano, vice da Copa do Brasil, joguei vários Brasileiros, não começou bem esse trem não. Fiquei a semana treinando bem, quando chegou na sexta o Carlinhos, treinador, me chamou e falou quero te usar no jogo de domingo contra o Sport, mas o Goiás não te liberou, isso que está pegando – relembra Wilson Goiano.

– O diretor de futebol do Goiás me explicou a história, não tinha mais negócio com o Flamengo, não cumpriram o combinado. Disse para confiar nele. Depois ele me contou a real história. Montenegro veio a Goiânia comprar o Túlio. Naquela época era fita VHS. O cara mostrando os gols do Túlio para o Montenegro, todos muito parecidos, eu ali pela direita, uma jogadinha e metia a bola para o Túlio. “Esses gols são todos iguais, é montagem? Quem é esse rapaz?”, perguntou o Montenegro. É o Wilson. Está no Flamengo, mas vai voltar, não pagaram. Montenegro falou: “Quero os dois”. E fez o pacote – contou o ex-lateral.

– Inclusive segunda você já volta para o Rio e se apresenta em General Severiano, me disse o diretor do Goiás. Foi tudo diferente. Cheguei no Galeão, já estava na capa do JS “Botafogo rouba lateral do Flamengo”. Era um jogador uma semana atrás desconhecido, mas agora todo mundo já olhava porque o Botafogo deu rasteira no Flamengo. Tem coisa na vida que é direcionada, eu tinha que fazer história no Botafogo. Foram nove conquistas de 94 a 99 – orgulha-se.

Os noves títulos de Wilson Goiano no Botafogo são: Campeonato Brasileiro (1995), Taça Cidade Maravilhosa (1996), Troféu Teresa Herrera (1996), III Torneio Presidente da Rússia (1996), Copa Nippon Ham (1996), Taça Guanabara (1997), Taça Rio (1997), Campeonato Carioca (1997) e Torneio Rio-São Paulo (1998).

Outro orgulho de Wilson Goiano é o respeito que teve da torcida.

– Minhas melhores atuações sempre foram contra o Flamengo. Jogar no Botafogo não é fácil, você vê o perrengue que os laterais passam aí. Eu nunca fui vaiado em cinco anos no Botafogo, isso é grande. Você vê que fez algo diferente nessa hora – completou.

Veja o vídeo da entrevista completa:

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do Fabiano Bandeira

Comentários