A estreia de Zé Ricardo no Nilton Santos será logo com a casa lotada e valendo uma vaga para as oitavas de final da Copa Sul-Americana. Um dia antes de comandar o Botafogo diante do Nacional-PAR, o treinador concedeu entrevista coletiva, antes do derradeiro treino pré-decisão, e agradeceu ao entusiasmo do torcedor, que já adquiriu todos os cerca de 37.500 destinados aos alvinegros.

– Antes de mais nada, parabéns à torcida pelo entusiasmo. O atleta sempre gosta de jogar com o estádio cheio, já se sente mais motivado, não precisa nem falar muito. Aumenta a nossa responsabilidade, porém os pontos positivos são maiores do que tudo. Estou feliz por ter o primeiro contato com o Nilton Santos e estar logo cheio – comentou o treinador, que completou a respeito da equipe adversária:

– A equipe do Nacional é perigosa, traiçoeira e tem uma bola longa perigosa, por isso temos que estar alertas e não desperdiçar ataques. A emoção não pode sobrepor a razão, temos que ter equilíbrio para avançar – completou.

Por fim, Zé Ricardo respondeu a respeito de Aguirre e Brenner. Com apenas um jogo no Glorioso, no qual optou pelo uruguaio como titular, já que ainda não pode contar com Kieza, o comandante elogiou a dupla e não quis revelar qual dos dois será o titular. Mas avisou: fará poucas mudanças – ou nenhuma.

– Não vamos fazer grandes mudanças, estou conhecendo os atletas, conhecendo o clube. Queremos observar melhor os jogadores, foi apenas um jogo. A gente acredita que a equipe esteja mais tempo equilibrada, como foi diante do Paraná. Uma ou outra mudança que vier a acontecer será pontual.

O Botafogo, agora sob o comando de Zé, saiu derrotado na partida de ida por 2 a 1 e, por isso, uma vitória simples por 1 a 0 dá a vaga ao Alvinegro. O duelo desta quinta-feira será realizado às 19h30 (de Brasília).

Fonte: Terra