Por acordo com a Globo, Botafogo, Fluminense e Vasco podem deixar de ganhar milhões em indenização do Carioca

20 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Estádio Nilton Santos Engenhão - Botafogo - Campeonato Carioca Cariocão
Reprodução/CariocãoTV

A notícia desta sexta-feira foi que a Globo foi condenada pela Justiça a pagar R$ 156 milhões à Ferj pela rescisão do contrato de TV do Campeonato Carioca. Mas algum valor vai para os clubes, como Botafogo, Fluminense e Vasco, que tinham vínculo com a emissora no Estadual? A resposta é negativa. De acordo com o Blog do Rodrigo Mattos, do “UOL”, os clubes aceitaram acordos, com números bem menores, pois há dúvida sobre o resultado final do processo.

Somados, Botafogo, Fluminense e Vasco receberam R$ 65 milhões pela rescisão. Na Justiça, poderiam ganhar cerca de R$ 70 milhões cada (total de R$ 210 milhões) pelo contrato que era válido até 2024.

De acordo com a reportagem, o Botafogo recebeu pelo acordo R$ 15 milhões, além de antecipações de valores e cotas. O Vasco teve desconto de R$ 20 milhões na dívida com a Globo. Já o Fluminense levou R$ 30 milhões, sendo R$ 18 milhões descontados em adiantamentos.

O presidente do Botafogo, Durcesio Mello, explicou que não foi ele que fez o acordo, mas o considerou bom, dentro do contexto da época, com incerteza sobre a ação judicial e a necessidade de caixa. O Fluminense preferiu não entrar em conflito com a Globo, com quem tem outros contratos. O Vasco não comentou a briga atual e destacou a importância de o Campeonato Carioca gerar mais receitas.

Além dos três, o Boavista foi citado pelo juiz Ricardo Cyfer, da 10ª Vara Civil. A Ferj pedia inicialmente R$ 360 milhões, valor que foi diminuído pela Justiça.

– Com efeito, verifica-se que a autora experimentou danos patrimoniais em virtude da rescisão contratual a qual não deu causa. Ocorre que o valor pleiteado pela autora se mostra excessiva em relação ao que é efetivamente devido. De acordo com prova juntada aos autos, 66% (sessenta por cento) do pagamento já foi realizado a quatro clubes titulares dessa quantia, quais sejam: Vasco da Gama, Boavista, Botafogo e Fluminense e 907/926). Assim, dos valores remanescentes do contrato (fl. 500), restou a quantia de R$ 138.903.090,00 (cento e trinta e oito milhões novecentos e três mil e noventa reais), a qual deve ser paga à Federação, representante dos demais clubes no contrato – disse o juiz.

Fonte: Redação FogãoNET e Blog do Rodrigo Mattos (UOL)

Notícias relacionadas