Botafogo busca novo CEO com ‘presença internacional’ e tem um favorito; ativo da Eagle, Thairo Arruda lidera processo

53 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Botafogo busca novo CEO com ‘presença internacional’ e tem um favorito; ativo da Eagle, Thairo Arruda lidera processo
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo está atrás de um novo CEO? A resposta é sim. Mas, diferentemente do especulado, não para demitir Thairo Arruda, diretor da SAF que tem acumulado a função. O empresário John Textor explicou a situação na live do FogãoNET desta terça-feira (24/1).

O próprio Thairo Arruda também participou ao vivo e foi um apoio estratégico para Textor, além de tradutor.

Estou liderando a busca do CEO do Botafogo, para o meu lugar atualmente. Significa que não vou ser demitido, tudo que está sendo veiculado é mentira. Sou um recurso da Eagle. Fui contratado para ser recurso da Eagle, John quer que eu e Danilo possamos ir à Florida trabalhar com ele diretamente. Porque juntos somos muito mais efetivos. John não quis entrar no detalhe do passado, tinha um CEO, achou que estava tudo bem, acabou que não aconteceu. Por isso fiquei desde então. Mas nunca foi contratado para er CEO. Acabou acontecendo ao longo do tempo, mas a ideia é ter alguém no meu lugar e eu possa ir para o meu posto original, que é ser um recurso da Eagle – esclareceu Thairo.

Sou muito valioso para o John em projetos estratégicos, na resolução de problemas complexos. Citou exemplo de patrocínio, reformas, trabalhos que tivemos problemas, mas não sou a pessoa para resolver o dia a dia. Ele realmente gostaria que eu fosse para ajudar nos problemas estratégicos da Eagle e a gente tenha o Botafogo na mão de um CEO que tome conta do dia a dia – pontuou.

O diretor da SAF já tem vários nomes em mente, mas um com certo favoritismo, caso as negociações avancem.

John realmente concorda que precisamos de um CEO e eu também, porque quero subir o nível da Eagle e ajudar no portfólio. Sugeri nomes, gosto de um em específico, está em andamento, talvez tenha desfecho positivo nas próximas semanas – afirmou Thairo.

John Textor explicou o que espera do novo CEO.

O perfil que estou buscando é um CEO que tenha presença internacional, consiga levar a ser um time internacional. Quando olhamos o mercado brasileiro, poucos CEOs tem perspectivas diferentes, trabalharam em reestruturação de clube social, o que também é importante, mas queria alguém com presença internacional mais latente – ponderou.

Temos olhado alguns candidatos a CEO, tem alguns interessantes, perfis de carreira no Brasil e depois saíram, ou algum candidato no Brasil ou pessoas que trabalharam fora do Brasil mas que tenham vínculo com o país – acrescentou Textor.

Precisamos de um CEO, estamos próximos de conseguir fechar. Não devo ir para a Florida imediatamente, porque tenho conhecimento profundo da SAF, devo ficar no Botafogo, mas com flexibilidade grande de ajudar o John na Florida. Ele disse que não vou a lugar nenhum, vou ficar com ele e com a Eagle – completou Thairo.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas