Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

X

Escudo Botafogo
BOT

Carioca

02/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

0

X

0

Escudo Nova Iguaçu
NOV

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

4

X

0

Escudo Macaé
MAC

Botafogo fará ‘sacrifício’ por reforços e vai reestruturar análise de mercado: ‘Objetivo realista é 4º lugar na Série B’

172 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Vinicius Assumpção, Jorge Braga e Durcesio Mello - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Em uma extensa nota, o CEO do Botafogo, Jorge Braga, detalhou os planos, dificuldades e atos do clube para se reerguer. Em relação ao futebol, o executivo deixou claro que é primordial retornar para a Série A do Campeonato Brasileiro e colocou o quarto lugar na Série B como meta. Com o acesso, a previsão é ter R$ 100 milhões a mais com receitas de TV e patrocínios.

– Entendo e respeito profundamente o desejo da torcida por títulos mas, frente à nossa dura realidade, nosso único objetivo realista é perseguir o 4º Lugar no Campeonato que começa agora no fim de maio, e voltarmos para a Série A, de onde nunca deveríamos ter saído. Qualquer coisa diferente disso é pedir para fracassar – avisou Jorge Braga, que revelou um esforço por reforços.

– E, também por isso, teremos que acelerar a transformação do time que já começou. Precisamos selecionar, atrair e contratar alguns reforços com a máxima assertividade. E para tanto faremos um sacrifício financeiro desproporcional à realidade do clube, mas fundamental para termos chance de subir – acrescentou.

Banner de produtos com frete grátis na loja do FogãoNET: bolsas de academia e mochila do Botafogo

Outra mudança que o Botafogo terá é no mapeamento dos reforços. O clube pretende reestruturar a análise de mercado.

– Vale ressaltar que, apoiados por uma consultoria externa, começaremos um trabalho de reestruturação da parte de análise de mercado dos atletas, reunindo competências numa nova área que se reportará a mim e à Presidência, prestando melhores serviços ao Eduardo Freeland, nosso Diretor de Futebol, liberando seu tempo para focar em performance, e garantindo melhores negociações e valorização (valuation) do nosso maior ativo que são os direitos econômicos federativos – explicou.

Fonte: Redação FogãoNET e site oficial do Botafogo

Notícias relacionadas
Comentários